Entrevistas Exclusivo

Exclusivo: Sabrina Parlatore fala de câncer, participação no PopStar e revela qual programa sonha em apresentar

mulher branca com vestimenta elegante e sorridente
Sabrina Parlatore nossa entrevistada! (Foto: Divulgação/Gshow)

Sabrina Parlatore recentemente participou do reality “PopStar” na Globo e agora nos concedeu uma entrevista exclusiva. Em nosso bate-papo descontraído, a cantora revelou sobre a sua participação no programa global, sobre o período complicado no qual ela foi diagnosticada com câncer de mama e qual o programa ela tem o sonho de apresentar na televisão.

Atualmente Sabrina Parlatore divide o posto de embaixadora da campanha “Abrace a Comunidade Diversa” com a cantora Tiê e a empresária Patrícia Meirelles. Esta campanha é promovida pelo Instituto Rodrigo Mendes (IRM) e lançada pela BrazilFoundation em parceria com organizações que desenvolvem um importante trabalho social no país. A iniciativa pretende mobilizar uma rede internacional de apoiadores, arrecadar recursos e incentivar a cultura de doação. Com o mote “Abrace a Comunidade DIVERSA”, a meta do IRM é arrecadar 140 mil reais até dia 28 de novembro, o “Dia de Doar”, quando se encerra a ação.

Para saber mais informações dessa campanha e para colaborar com sua doação, acesse este link. As contribuições partem da quantia de 15 reais. Confira a nossa entrevista:

TV Foco: “Me conta como é estar participando da campanha ‘Abrace a comunidade diversa’ como embaixadora?”

Sabrina Parlatore: “Eu conheci o Rodrigo que é o diretor do Instituto que leva o nome dele. O Rodrigo ficou paraplégico aos 18 anos em um assalto, ele foi baleado e desde então luta pela causa e pela a inclusão dos deficientes na sociedade. Na educação, principalmente, é muito louvável o trabalho que ele faz. Rodrigo me convidou para ser uma das embaixadoras, eu gostei da ideia de participar de causas nobres.”

TV Foco: “Nós te acompanhamos desde a MTV e queríamos saber sobre a sua história com a música.”

Sabrina: “A música sempre esteve presente na minha vida, desde criança eu fiz aula de piano. Na adolescência eu tive até uma banda, mas na verdade só tocávamos em casa entre amigos. Éramos do estilo rock pop. Eu sempre gostei de cantar, mas eu não acreditava que poderia cantar profissionalmente, nem nesse período todo que eu trabalhei na MTV. Às vezes eu cantava com alguém que eu entrevistava informalmente e até fora do ar, mas era como uma brincadeira. Lógico que nesse tempo todo as pessoas me incentivavam, recebi até convite para gravar, porém eu não acreditava porque eu não tinha tempo e nem foco.”

Esta imagem contém homens em mulheres posando para fotógrafo da TV Globo
André Frateschi, Mariana Rios, Claudio Lins, Eduardo Sterblitch, Sabrina Parlatore e Lúcio Mauro Filho batalham pelo título do programa (Foto: Tv Globo/Rafael Campos)
TV Foco: “Recentemente você participou do ‘Popstar’ que é um talent show. Como foi o convite para participar do programa?”

Sabrina: “Agora com 40 anos eu decidi me jogar nessa profissão. O convite surgiu de repente, o departamento de elenco da Globo me ligou para me convidar. Eu achei maravilhoso e dei pulos de alegrias porque não poderia ter vindo um convite tão perfeito. Poder cantar no meu estilo e da minha forma para o grande público. Algumas pessoas já viram alguns shows que eu fiz em São Paulo, mas eram shows corporativos para poucas pessoas. E aí foi uma repercussão foi imensa com a audiência muito grande do programa.”

TV Foco: “Você fez amigos por lá? De quem você ficou mais próximo?”

Sabrina: “Eu já era próxima do Rafael Cortez (humorista e repórter do Vídeo Show atualmente), gosto muito dele e então nossos laços só se estreitaram durante o ‘Popstar’. Agora estou muito próxima do Cláudio Lins e inclusive, nós já cantamos juntos duas vezes em shows, meu e dele, é uma parceria muito legal, nós fazemos um dueto muito lindo.”

Tiago Abravanel passa por momento difícil antes do “Teleton” e fala sobre a dificuldade da Globo em conceder liberação

 

TV Foco: “A sua volta na TV foi triunfal, não? Nós acompanhamos você na TV Cultura, o ‘Vitrine’ era uma delícia de assistir. O que aconteceu naquele período, você saiu por qual motivo?

Sabrina: “Ah, isso tem um tempo já. Eu fiquei durante seis anos por lá, o meu parceiro de programa saiu alguns meses antes de mim. Chega um momento em que você quer outros desafios, sabe? Então, não tinha mais o que explorar, além do mais eu queria ter mais tempo para mim. Depois de um tempo também acabou o programa, tiraram da grade, nessa questão foi um pouco complicado.”

TV Foco: “Aproveitando para falar da sua faceta como apresentadora. O que você gostaria de fazer na TV?”

Sabrina: “Eu gostaria de apresentar o ‘The Voice’ (risos)! Usando o tom de brincadeira é claro, eu gostaria de apresentar algo relacionado à música porque tem tudo a ver comigo. De repente até um novo programa, quem sabe dividir o palco com o Cláudio Lins como aqueles programas de antigamente que falava de música (risos). Seria incrível fazer um programa junto com ele.”

mulher deitada apoiando a cabeça com a mão e com sorriso fechado
A artista é a embaixadora da causa nobre (Foto: Reprodução)
TV Foco: “Você já teve um câncer de mama. Nós queríamos saber qual a mensagem que você passaria para alguém que está passando por isso.”

Sabrina: “Infelizmente não tem como a gente evitar o câncer de mama. Então cada vez mais mulheres estão sendo acometidas a dor dessa doença que há pouco tempo nós não tínhamos. Antigamente as pessoas até tinham, mas não sabiam, chegavam a morrer e não sabiam a razão porque o câncer é uma doença que está aí, é uma doença séria. Mulheres mais velhas e mais novas podem ter o câncer que podem ter diversas origens. Pode ser sua alimentação, pelo estresse ou por cigarro. O recado que eu dou é enfrentar abertamente o tratamento. É um processo bem doloroso, muito pesado dependendo do caso, é claro. É uma doença que literalmente mata então se você não diagnosticar do início… Eu tenho muitas meninas que estão passando por isso. Mulheres que me procuraram por redes sociais, fico acompanhando os casos às vezes por telefone e por conversas. Eu passo muitas informações e minha experiência. Eu diria para as pessoas não se assustarem tanto e encararem o tratamento da melhor forma possível e de cabeça erguida.”

TV Foco: “E o que mudou em sua rotina quando você teve a doença? Nós queríamos saber no quesito percepção de vida.”

Sabrina: “Uma experiência forte como essa, ela te dá um ‘chacalhão’ então eu diria que eu estou mais feliz por incrível que pareça. Porque eu ‘acordei’ para várias coisas para a minha vida. Como apostar na música algo que eu sempre queria, mas eu não acreditava muito em mim. Passei a acreditar mais em mim. Passei a dar valor para o meu potencial. (…) Estou mais tranquila, acho que depois que você passa por algo tão forte e tão traumático, você passa a ver tudo com mais leveza.”


Curta o TV Foco no Facebook!

PUBLICIDADE

Comentários recentes