Participante critica “Dancing Brasil” e compara reality com escravidão: “alforria”

Tânia Alves sentiu-se escrava do programa. (Foto: Reprodução/Record)

Xuxa Meneghel retornou em 2017 com a novidade “Dancing Brasil”. No começo a atração foi bem criticada por parecer uma cópia do “Dança dos Famosos”, mas com o tempo o público pode perceber as inúmeras diferenças.

Na última segunda-feira, 15, a atriz Tânia Alves foi a eliminada do reality show de dança com famosos e não gostou nada da decisão dos jurados.

De acordo com informações do jornalista Leo Dias, do jornal O Dia, a veterana da TV teria dito nos bastidores que seus esforços de nada valeram a pena e que não souberam reconhecer o seu crescimento.

Tânia, nos bastidores, disse que agora eliminada ela estava com a sua “carta de alforria”, comparando a atração com a época em que negros eram escravos de brancos e só ficavam livres quando compravam o documento.

A atriz também deixou bem claro que não gostou nada dos comentários do jurador Jaime Arôxa. Após a eliminação, Tânia fez cara de poucos amigos e não quis conversar com ninguém.

Curta o TV Foco no Facebook!