A Fazenda 9

Record proíbe participantes da “Fazenda” de falarem sobre religião; Aritana ironiza censura

Aritana em “A Fazenda” (Foto: Reprodução)

Quem pensa que os participantes do reality show “A Fazenda” vivem como na vida real, livres para falar sobre o que quiserem, está enganado. A produção do programa proíbe alguns assuntos e toca um sinal de alerta, caso as conversas se encaminhem para alguns pontos censurados.

Foi o que afirmou Aritana na madrugada desta quinta-feira (12). Ela conversava com Nahim e Ana Paula Minerato e eles começaram a falar sobre a possibilidade de estender o confinamento. A ex-MasterChef então afirmou que a política brasileira poderia mudar em três ou quatro meses.

Nahim então começou a se aprofundar no assunto, mas Aritana o interrompeu, afirmando: “Vai tocar o sinal aí. Não pode falar disso aqui dentro”. Nahim não estava sabendo dessa informação e perguntou porque não poderia tocar nesse assunto, e a filha de Oscar Maroni explicou.

“É regra. Não pode política e religião. Temos que ser ignorantes aqui dentro”, ironizou ela.

YURI AFIRMOU QUE A RECORD É UMA EMISSORA EVANGÉLICA

Em uma conversa entre os ex-BBBs que estão em “A Fazenda”, eles afirmaram que, se até a Globo não quis Marcos em seu programa, a Record deveria fazer o mesmo. Monique estava impressionada com o comportamento do cirurgião, que enfrentou Dinei em uma discussão.

Produção de “A Fazenda” interrompe casal debaixo do edredom e Marcelo se irrita

“Será que o Brasil deixa um cara desses aqui?”, questionou a paoa. Yuri então fez questão de relembrar que a Record pertence ao mesmo dono da Igreja Universal, o bispo Edir Macedo. “A emissora não pode deixar ele aqui. Já pensou se ele faz merda? Aqui é um negócio evangélico, vai contra tudo”, disparou ele.

“Nem a própria Globo quis ele lá”, completou Yuri Fernandes. A ex-BBB Flávia Viana ponderou: “Eu não vou opinar sobre quem fica e quem sai”.

Curta o TV Foco no Facebook!

PUBLICIDADE

Comentários recentes