Globo

Globo

Com prejuízo de 200 milhões e fracassos históricos, Globo promove demissão em massa e extingue alta cúpula

Um Lugar Ao Sol e Zig Zag Arena escancaram crise interna na Globo
Um Lugar Ao Sol e Zig Zag Arena escancaram crise interna na Globo (Foto: Montagem/TV Foco)

Nova formação da diretoria da emissora começará a valer a partir de fevereiro do ano que vem

Desde 2019 adotando uma profunda reformulação nos moldes de negócios e até de operacionais, a Globo fez uma mudança drástica nesta quinta-feira (18). Sob a iminente troca de presidência com Paulo Marinho, a emissora vai remanejar sua diretoria.

Segundo o colunista Maurício Stycer, do UOL, os executivos Erick Bretas e Amauri Soares serão remanejados, além disso um comunicado do Grupo Globo oficializou a extinção da chamada “alta cúpula”. 

A diretoria de canais da Globo, ocupada por Paulo Marinho desde 2020, concentrando todos os canais lineares e afiliadas, deixará de existir. Bretas, atual diretor de produtos e serviços digitais, área responsável pela gestão do Globoplay, passará a liderar também os canais por assinatura.

Já Amauri Soares, hoje um dos chefões da TV Globo, também vai acumular o comando das afiliadas do grupo.

Enquanto isso, Pedro Garcia, atual diretor de aquisição e governança de direitos, vai ocupar a área de ciclo de vida de conteúdos, que basicamente cuida das estratégias do programas da rede.

Veja também

Paulo Marinho
Paulo Marinho, um dos 4 filhos de Roberto Marinho, vai assumir a presidência do Grupo Globo em 2022 (Foto: Divulgação/Globo)

Segundo a Globo, a “evolução do modelo organizacional” já estava prevista e passa a valer a partir de fevereiro do ano que vem, com o objetivo de “respalda a jornada de transformação digital da Globo, reforçando o valor da TV aberta e a consolidação da estratégia de relacionamento direto com o consumidor”, como diz o documento enviado à imprensa.

PREJUÍZO MILIONÁRIO E FRACASSOS RECENTES PROVAM A NECESSIDADE DE MUDANÇAS

A troca de cadeiras na chefia na Globo nada mais é do que uma resposta da direção da platinada aos maus resultados recentes do grupo.

Segundo dados obtidos pelo site Notícias da TV, a Globo divulgou ao mercado um documento com seus dados financeiros referentes aos primeiros seis meses de 2021 e o aumento das despesas chamou a atenção.

Segundo o relatório, a Globo fechou o primeiro semestre com prejuízo de R$114 milhões, muito por conta das gravações de produções inéditas, como novelas e novos formatos de programas e também por conta dos direitos esportivos.

Como os dados apontam, o setor esportivo da Globo é um dos que mais preocupam os executivos da Vênus Platinada. Segundo o próprio NTV a última leva dos campeonatos estaduais representou um déficit de 200 milhões reais.

DEMISSÃO EM MASSA POR VIR

Segundo Gabriel de Oliveira do site TV Pop, a cúpula da emissora carioca já definiu um plano de demissão em massa, afetando todo o departamento operacional do Grupo Globo, inclusive na TV Aberta.

Para se ter uma ideia, na última quinta-feira (12), 100 funcionários que atuaram com a futura novela “Quanto Mais Vida, Melhor!”, foram desligados de forma inesperada.

O processo que já é visto como irreversível nos bastidores, tem como objetivo principal cortar gastos operacionais e já foi aprovado por todas as esferas executivas.

O portal ainda informa que a o corte drástico deve afetar milhares de funcionários e será colocado em prática até o início de 2022.

A partir daí, a emissora vai contratar empresas terceirizadas para cuidar parte técnica do canal, que antes era conhecida pelo “Padrão Globo de Qualidade”, implementado na gestão de Boni, ainda quando o pai de Boninho era diretor de programação do canal.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários