PERIGO!

Diarreia e febre: As 5 marcas de leite arrancadas dos mercados pela ANVISA após risco e morte confirmada

09/07/2024 às 6h20

Por: Lennita Lee
Imagem PreCarregada
ANVISA proibiu 5 lotes de leite após graves consequências após o consumo dos mesmos (Foto Reprodução/Montagem/Lennita/Tv Foco/Canva/ANVISA)

5 marcas famosas de leite sofreram com uma proibição da ANVISA após estudos comprovarem a presença de uma bactéria letal que causou internação e até uma morte confirmada

O leite, bem como seus derivados, está presente na mesa de muitas famílias brasileiras. Mais do que apenas uma bebida saborosa, ele é considerado um dos alimentos mais completos que existem.

Até porque ele é fonte de proteínas, vitaminas e cálcio. Mais que isso, o seu consumo oferece benefícios para a saúde adultos e idosos e principalmente, de crianças em fase inicial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inclusive, apesar da OMS sempre colocar o aleitamento materno como principal fonte de alimento para bebês e crianças de até dois anos (no mínimo), algumas delas precisam se nutrir com os chamados leites de fórmula.

Afinal de contas, eles são as opções mais adequadas quando, por algum motivo, a mãe não pode amamentar. Essas fórmulas costumam ser enriquecidas com nutrientes e vitaminas, cujas quais são importantes para o crescimento e desenvolvimento da criança.

Continua após o Veja Também

Veja também

Porém, em meados de março do ano de 2022, a ANVISA decretou às pressas a retirada de alguns lotes correspondentes a 5 marcas desse tipo de leite, por graves riscos de contaminação, além de uma morte registrada após o consumo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o portal O Globo, as fórmulas infantis de leite em pó atingidas pela resolução da autarquia foram:

  1. Human Milk Fortifier;
  2. Similac PM 60/40;
  3. Similac;
  4. Alimentum;
  5. EleCare

Todas essas marcas estão sob a responsabilidade da empresa Abbott Nutrition, fabricadas na cidade de Sturgis, nos Estados Unidos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Risco fatal e morte confirmada

Segundo o portal O Globo, essa medida fez parte de um procedimento legal após um alerta internacional diante da investigação de 4 internações de bebês com menos de seis meses de idade e até mesmo um óbito após o consumo do produto.

Em inspeção da fábrica de Sturgis, que terminou no dia 18 de março de 2022, foi encontrada na composição do leite uma bactéria letal em superfícies de áreas de produção das fórmulas infantil.

Sendo assim a ANVISA decretou a proibição da importação, comercialização, distribuição, bem como a  propaganda e o uso dos lotes das fórmulas suspeitas também aqui no Brasil.

De acordo com orientações da autarquia, as numerações dos lotes em questão começavam com os dois primeiros dígitos entre 22 e 37, contendo K8, SH ou Z2, e com data de validade para 1º de abril de 2022 ou data posterior.

Segundo divulgado pela autarquia, 3 das crianças que ficaram doentes apresentaram infecções pela bactéria Cronobacter sakazakii , e a outra por Salmonella Newport .

So para ter uma breve noção do quanto elas podem ser nocivas, de acordo com o Hospital Albert Einsten, a salmonella pode causar:

  • Diarreia
  • Febre
  • Calafrios
  • Dores abdominais
  • Dores locais: no abdômen ou nos músculos
  • Calafrios
  • Desidratação
  • Fadiga
  • Febre
  • Perda de apetite
    Diarreia e até mesmo apresentar sangramento nas fezes

Já a bactéria Cronobacter sakazakii que é ainda mais letal que a Salmonela, pode causar graves doenças em bebês e crianças, conforme informações coletadas pela Food and Drugs Administration (FDA), espécie de ANVISA dos Estados Unidos.

Tal inspeção concluiu que no local em que se produziam esses produtos não tinha um sistema de controle que abrangesse todas as etapas do processamento para evitar essa contaminação microbiana da fórmula infantil.

Fora isso, a equipe que trabalhava com os produtos também não se trajava de roupas com as proteção necessárias.

O alerta para o recolhimento dos produtos foi realizado por meio da Rede Internacional de Autoridades de Segurança Alimentar (Rede Infosan).

Qual foi o posicionamento da empresa e o decreto da ANVISA hoje?

Na época a própria empresa, Abbott Nutrition, chegou a anunciar a medida de forma voluntária em mais de 40 países, entre eles o Brasil.

Ainda de acordo com o portal O Globo, a representante brasileira da empresa ressaltou que: “naquele momento, nenhum produto nutricional da Abbott vendido no Brasil de forma regular seria afetado pelo recolhimento”

Fora isso, a companhia efetuou ações corretivas e melhorias na fábrica de Sturgis, nos Estados Unidos.

Vale dizer que hoje é possível fazer a compra do produto, uma vez que a situação foi devidamente RESOLVIDA e, como mencionamos acima, os LOTES ATINGIDOS foram TODOS RETIRADOS DE CIRCULAÇÃO. 

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Anvisa
fórmulas infantis
Leites
Lennita Lee

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida.Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever.Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras.Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ...Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.