TV Foco

QUESTÃO DE OPINIÃO – Por Paulo Henrique

É perigoso falar de algo que você ainda não viu, mas fica muito difícil acreditar que Ana Hickman se dará bem na frente de um programa de auditório aos domingos. A loura tem um sotaque arrastado e mecânico e ainda não convenceu à frente do Hoje em Dia, imagina só batendo de frente com feras como Gugu e Silvio Santos. Resta esperar pra ver.

Já enjoou um bocado o bordão “É a treva” de Bianca em Caras e Bocas, no começo era bacana e talvez esse seja o responsável pelo sucesso da personagem, mas tem uma hora de chega a dar náuseas, a cada dez palavras que ela fala, em onze estão “É a treva!”. Basta!

O texto é péssimo, a trama é genial, a direção de arte e a fotografia são primorosas, mas a atuação está bem aquém. Falo de “Vende-se um véu de noiva”. Aos poucos o SBT está melhorando mas ainda falta muito investimento para se ter um produto competitível.

Foi super agradável a participação de Roberto Carlos no Seriado A Grande Família. O rei, mesmo não sendo ator, mostrou segurança em suas falas e ajudou em uma seqüência de cenas delicadas e bem escritas, Um conjunto de excelente direção, atuação e texto extraordinário.

Sem muitos atrativos A Fazenda da Record vem passando despercebida pelo público, mas isso já era esperado, com a saída de Babi Xavier e Theo Becker, considerados os vilões desta edição, o marasmo toma conta do programa e dá espaço para briguinhas infantis seguidas de pedidos de desculpas e aparente tranqüilidade até que tudo se repita.

Por falar em Theo Becker, este foi o momento dele, o grande destaque do reality ainda é super comentado por todos, mesmo sendo comentários maldosos.

Realmente o público gosta de um vilão. Os telespectadores desejam a figura de um antagonista para aprender a odiá-lo, basta observar a atuação de Letícia Sabatella, mesmo sendo criticada por todos pelo jeito doce e ingênuo basta ela aparecer com suas tramóias para a audiência da novela subir. Outro exemplo é o de Surya, a invejosa cunhada de Maya também é “querida” pelo público, e seu “arranca rabo” com a protagonista rendeu excelentes índices para a novela de Glória. Queremos mais maldades nas novelas.

Chega ao fim o Tudo Novo de Novo e a série também passou despercebida. Mesmo apresentando um bom texto e excelentes atuações de seus protagonistas a historia amargurou índices modestos de audiência. Grandes chances de não voltar ano que vem.

O SBT promete incomodar com sua nova programação. Teremos nas próximas semanas Eliana, Netinho, Gugu, Justus e Silvio Santos no fim de semana. Apresentadores experientes e costumados com excelentes índices de audiência. O problema ainda está em Gugu que se mostrou muito bem em seu novo horário. Será que na queda de braço ele vai derrubar a sua nova emissora?

Comparando Poder Paralelo com Chamas da Vida podemos observar um fato importante, as criticas direcionadas á novela de Cristiane Friedman eram muito melhores do que as de Lauro Cesar Muniz e a audiência também, mas isso não quer dizer que a atual trama da Record seja ruim, pelo contrário é boa e possui texto inteligente e instigante, o problema é que a trama ainda não vingou.

Até a próxima semana com mais uma coluna Questão de Opinião, aqui no seu TV em Foco

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Deivison Lima

Escreve sobre Televisão desde 2008