Falência

Perderam tudo: A falência de 4 montadoras de automóveis tradicionais após anos no Brasil e choro de motoristas


4 grandes montadoras no Brasil sofreram com as perdas e tiveram fim decretado para choro dos motoristas

Nem sempre uma montadora consegue se sustentar no Brasil, algumas aliás, mesmo com grande sucesso dos seus carros aqui no nosso país, acabam saindo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Hoje nós vamos mostrar 4 montadoras que tinham tudo para crescer no Brasil mas tiveram o fim oficializado, de acordo com informações do portal Apaixonados Por Estrada no Youtube.

Matra:

Uma montadora que faliu no Brasil foi a Matra. Ela foi uma montadora que fabricava chassis e ônibus, nascida em Santa Catarina e ficou no mercado entre 1987 e 1991.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


O M-22, sua primeira invenção, tinha toda a produção autoral, com exceção do motor Chevrolet D-13000. Tinha cabine de fibra de vidro com amortecimento, algo de boa tecnologia.

Veja também

A Falência da marca chegou após suas baixas vendas, mesmo após 5 anos no mercado, não conseguiu entrar realmente em um número satisfatório.

Fiat Diesel

Uma das maiores montadoras de carro do Brasil, a Fiat teve uma época em que decidiu lançar seus próprios caminhões.

Chegou ao mercado em 1976 substituindo a poderosa Feneme. A produção começou com o Fiat 130 como motor 6 cilindros de 7.4 litros, 145 cavalos e 4.8 kg de torque.

Após esse período, a Fiat investiu pesado como montadora no Brasil. Ao decorrer dos anos o número de vendas da Fiat Diesel caiu consideravelmente. Essa baixa de vendas somada a uma administração polêmica fez com que a marca saísse do Brasil.

Chevrolet Caminhões

Outra grande montadora referência nos veículos mas que não deu certo nos caminhões foi a Chevrolet no Brasil.

Chegando ao Brasil em 1925 passou a importar os modelos americanos. Em 1958 começou a construir seus caminhões na planta do Brasil.

O primeiro foi o 6.500 com motor de 142 cavalos 4.3 litros e movido a gasolina. O D-60 foi o primeiro movido a diesel com 130 cavalos e quase 6 litros.

Com o passar dos anos a Chevrolet não conseguiu acompanhar o mercado que passou a trazer cada vez mais atualizações.

Em 1996 a Chevrolet anunciou que estaria encerrando as produções dos caminhões no Brasil.

Dodge Caminhões

A Dodge começou a produzir seus caminhões da montadora no Brasil em 64 com os D-400 e D-700 equipado com motor V8 a gasolina.

O D-900 foi a melhor venda da marca, que tinha o mesmo motor potente do D-700, com 5 marchas, direção hidráulica opcional, freios a ar, rodas maiores.

Em 1981 a Volkswagen comprou a Dodge, mas isso não decretou o fim, isso aconteceu em 84 que passou a ser da bandeira Volks.

POR QUE A CHEVROLET PAROU DE FABRICAR CAMINHÕES?

A assessoria de imprensa da GM informou que a produção foi desativada porque a linha de caminhões GMC, que compartilha o mesmo espaço da fábrica de picapes, foi “duramente” afetada pela mudança cambial, que elevou os custos de produção.

🚨 ESCÂNDALO: Atriz casada pegando Zé de Abreu + Flagra de sexo no SBT acaba em demissão + Buda vai ser pai?         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Prazer, sou Bruno Zanchetta, formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. O Jornalismo é a minha vida e está presente nas 24 horas do meu dia. Faço matérias diversas sobre carros luxuosos, veículos impressionantes e até sobre coleções curiosas Email: bruno.zanchetta@otvfoco.com.br