Colunas

Colunasighome

A Fazenda 13 acumula podridão ao vivo e empresas dão tiro no pé: até onde vai o entretenimento?

Rico Melquiades em "A Fazenda 13" (Foto: Reprodução/Record)
Rico Melquiades em “A Fazenda 13” (Foto: Reprodução/Record)

“A Fazenda” e o “BBB” são realities que podem causar prejuízos a grandes patrocinadores, que demoraram anos para se consolidar

A edição atual de “A Fazenda”, na Record, acendeu um debate que vai muito além de um prêmio milionário. Com uma quantidade absurda de escândalos e polêmicas, até onde o entretenimento pode ir? Além disso, o que outros programas como o “BBB” podem causar de prejuízo para algumas empresas?

O “BBB21” foi um grande exemplo do que empresas podem fazer em relação ao veículo em que elas anunciam. Quando Lucas Penteado foi perseguido por Karol Conká e outras pessoas dentro do programa, patrocinadores fizeram pressão em cima da Globo para a emissora começar a punir quem cometesse violência psicológica.

O mesmo aconteceu com Karol Conká, quando o comportamento da rapper começou a se tornar cada vez mais agressivo com os outros participantes. Empresas que patrocinavam a ex-sister receberam ameaças de boicote e ainda levaram muita pressão para se manifestarem em relação às atitudes da famosa.

Lucas Penteado e Karol Conká protagonizaram cenas agonizantes no "BBB 21" (Foto: Reprodução/Multishow)
Lucas Penteado e Karol Conká protagonizaram cenas agonizantes no “BBB 21” (Foto: Reprodução/Multishow)

Nego do Borel protagonizou um dos casos mais recentes envolvendo patrocinadoras. Após o funkeiro receber acusações de assédio sexual contra a participante Dayane, a Record recebeu uma enxurrada de críticas do público, que a acusou de colocar uma personalidade que ainda é julgada por supostos crimes de abuso que cometeu contra a ex.

Todas as empresas que investem em “A Fazenda 13” foram pressionadas até emitirem comunicados repudiando as atitudes do cantor. A única que não se manifestou sobre o assunto foi a Brahma, mas ainda assim, muitas marcas de peso precisaram discordar do comportamento do famoso.

Veja também

MUITA PRESSÃO

Tudo isso, claro, não foi nada espontâneo. Todas as partes só tomaram partidos e posicionamentos através de assessorias de imprensa por causa da opinião pública. O problema é que muitas empresas dão um tiro no pé com esse tipo de investimento, já que são obrigadas a lidar com personalidades extremamente polêmicas.

VALE A PENA?

É só ter como exemplo o influencer Rico Melquiades, que protagonizou os maiores barracos de “A Fazenda 13” até o momento. Esse tipo de atitude pode facilmente sujar a imagem de uma empresa que demorou anos para se consolidar no mercado, tudo por financiar um tipo de entretenimento que é prejudicial a quem assiste.

Este texto não reflete necessariamente a opinião do TV Foco.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Assuntos

a fazenda 13

Quem escreve

Paulo Vito

Paulo Vito é um jornalista que trabalha com celebridades desde 2017 e admira tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários