Agora

Agora

1 bilhão e negócio histórico fechado: A fusão de 2 gigantes dos planos de saúde pro terror imediato da Amil

Cartões de planos de saúde Amil - Montagem TVFOCO
Cartões de planos de saúde Amil - Montagem TVFOCO

Tente não se impactar ao saber detalhes sobre a fusão de 2 gigantes dos planos de saúde para o terror imediato da Amil

Sem dúvidas, sabemos da grande importância de contarmos com um bom plano de saúde na atualidade. Dessa forma, no Brasil, podemos contar com grandes empresas do ramo, como a Amil.

Contudo, o assunto hoje, na verdade, envolve duas gigantes dos planos de saúde, que com direito a nada mais, nada menos que 1 bilhão e negócio histórico fechado, vocês saberão tudo sobre  a fusão de 2 gigantes dos planos de saúde pro terror imediato da Amil. Vamos conferir?

Pois bem, sem mais delongas, vamos então direto ao assunto. As informações são do portal Brazil Journal e foram divulgadas em 7 de fevereiro de 2022.

De acordo com as informações divulgadas pela fonte, na época, a Hapvida e a Notre Dame Intermédica anunciaram que estimavam em R$ 1,38 bilhão as sinergias a ser capturadas até 2024 com a fusão das duas empresas.

O que aconteceu com a Hapvida?

Assim, as informações dão conta ainda de que as empresas divulgaram que iram  iniciar o processo de integração da incorporação da Intermédica pela Hapvida.

Veja também

Para quem não sabe, as duas marcas serão preservadas, mas passarão a negociar sob um único ticker – HAPV3.

Sendo assim, é importante salientar ainda que, do total estimado para as sinergias, R$ 800 milhões (58%) seriam do aumento da receita por conta do cross-sell dos planos corporativos, da criação de um produto único na forma de um plano nacional e do aproveitamento da capacidade ociosa da rede assistencial própria.

Hapvida – Foto Internet
Hapvida - Foto Internet
Hapvida – Foto Internet

Assim, ainda de acordo com a fonte, os outros R$ 330 milhões (24%) viriam da redução de custos com sinistros, médicos e hospitalares. Os 18% restantes (R$ 250 milhões) viriam de menores despesas gerais e administrativas.

“Ao longo desse último ano, trabalhamos com uma consultoria estratégica e clean teams, dentro do que é aprovado pelo regulador, já que as empresas, antes da aprovação do CADE, não poderiam compartilhar informações,” disse o CEO da Hapvida, Jorge Pinheiro, disse ao Brazil Journal.

“Nós levantamos o que foi possível dentro dessas limitações, e várias outras frentes não puderam ser analisadas com profundidade, o que passaremos a fazer agora com a criação de comitês específicos”, falou.

Ou seja, com tamanha fusão, sem dúvidas fica difícil para concorrentes como a Amil.

🚨 Fátima Bernardes na Record + Thais Fersoza expõe farsa no BBB24 + Globo obriga Rodriguinho a se "humilhar" por Davi

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Assuntos

Hapvida

Quem escreve

Lana Laysa

Eu sou Lana Laysa, Nutricionista por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN, servidora pública e Redatora Web. Encontrei na redação uma forma de escrever sobre o que mais amo: o mundo dos famosos e a vida das celebridades. Atualmente escrevo sobre a vida dos artistas por trás dos holofotes da fama e trago informações quentinha sobre o universo da TV brasileira. Meu e-mail é: [email protected]. Minhas redes sociais são: