1 milhão de remédios apreendidos: A interdição às pressas da ANVISA contra 7 farmácias populares em 2024

01/06/2024 às 14h00

Por: Lucas Gioia
Imagem PreCarregada
Montagem Tv Foco

Saiba quais foram as 7 farmácias que a ANVISA teve que fazer a intedição às pressas ainda em 2024

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) teve que agir às pressas e apreender mais de um milhão de remédios em sete grandes e populares farmácias ainda no ano de 2024

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Na ocasião, a ANVISA resolveu tomar a medida e retirou cerca de uma milhão de remédios dos locais, que não estavam aptos para o consumo, e consequentemente não podiam estar nos locais farmacêuticos. 

Remédios (Foto: Reprodução / Canva)

Segundo informações do portal ‘O Tempo’, em uma matéria publicada em setembro de 2023, as farmácias de manipulação estavam comercializando de forma irregular os milhares de medicamentos.

Os mais de 1 milhão de remédios eram ligados a frascos de produtos que eram consumidos de formas injetáveis, como por exemplo, os de emagrecimento, para hormônios esteróides, redutores de medidas corpóreas e até mesmo preenchedores estéticos, entre outros. 

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


A lei brasileira prevê que os ambientes farmacêuticos de manipulação devem estar sempre ligados às prescrições individuais de cada medicamento.

Veja também

E era justamente isso que os locais não estavam fazendo, infringindo as regras da lei brasileira de forma bem crítica, como falta de controle de qualidade e origem das matérias primas.

Durante toda a fiscalização, a ANVISA percebeu que algumas drogarias estavam atirando sem o registro necessário. 

Durante toda a operação de fiscalização, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária soltou uma nota sobre o ocorrido.

“Esse tipo de conduta põe em risco a saúde dos consumidores, uma vez que tais produtos estão fora dos padrões de qualidade e, portanto, são impróprios para o consumo”, disse a Anvisa na época.

A ANVISA revelou que um dos estabelecimentos estava localizado no ABC paulista, mais especificamente em São Caetano do Sul, São Paulo, e ele possuía ampolas estéreis prontas para uso.

O local estava atuando durante anos com “desvio da atividade licenciada, sem a devida autorização, e com produção em larga escala.”

Além disso, a ANVISA também barrou farmácias localizadas em outras regiões do território brasileiro, como em Santa Catarina e na Bahia, de acordo com o portal O Tempo.

Anvisa (Foto: Reprodução / Globo)

O grande perigo é que os medicamentos que estavam nas farmácias eram impróprios para consumo, com isso, ninguém sabia o que poderia gerar no organismo do consumidor, podendo ou não ser letal.

A agência não divulgou os nomes de todos os estabelecimentos, então,não há indícios se houve ou não pronunciamentos.

Como saber se o produto tem registro na ANVISA?

Segundo o portal ‘Gov.br’, para descobrir se um produto está realmente regularizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), basta acessar o ‘Sistema de Consultas’ do órgão. As informações do Portal de Consultas são disponibilizadas diretamente pela Anvisa, o que garante a autenticidade da informação.

🚨 Ex de Nahim em gu3rra com filha do cantor + Faustão e Fernanda Montenegro esnobam a Globo + Fraude de Matteus 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Lucas Gioia de Pádua, publicitário formado pelo Centro Universitário Senac Santo Amaro, apaixonado por esporte, torcedor do Corinthians, adoro gastar meu tempo jogando vídeo game e ouvindo música. Faço matérias sobre futebol e cuido das redes sociais aos finais de semana. Minhas redes sociais são:

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.