O QUE ROLOU?!

Dívida de R$152 milhões e à beira da falência: A luta de rede rival do Assaí após crise


Rival do Assaí luta para sobreviver em meio a uma crise (Foto Reprodução/Montagem/Lennita/Tv Foco/Assaí)

Rede GIGANTE, rival do Grupo Assaí, entrou com pedido de recuperação judicial a fim de fugir da falência

Em abril de 2024, uma poderosa rede em atacarejos, rival do Grupo Assaí, entrou com um pedido de recuperação judicial a fim de escapar de uma tão temida falência.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Estamos falando do grupo J Chagas, detentor da rede de supermercados Chama e atacarejos Fogo, com sede em Naviraí, interior de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Correio Braziliense, a mesma declarou junto à vara de falências, recuperações e insolvências do Estado, uma dívida de R$ 152 milhões.

Em meio a crise

No documento emitido, os detentores dos supermercados declararam que o princípio da crise vivenciada pelo grupo iniciou ainda em 2020, agravada ainda mais pela pandemia da Covid-19.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


O pedido de recuperação foi feito em busca de um acordo com os credores dos donos a fim de evitar que o empreendimento quebrasse de vez.

Veja também

Dentre as dívidas apontadas pelo grupo, estão as atribuições  bancárias e os débitos com credores, que superam a faixa dos R$ 50 milhões.

Em justificativa, os detentores da J Chagas destacaram que “os valores se sobrepõem às suas capacidades financeiras neste momento, o que sustenta o pedido de recuperação judicial

Entre outras justificativas, o documento destaca que o grupo, de posse de alguns fazendeiros, realizou o maior investimento financeiro recentemente, que não superou 30% do que era almejado para a unidade:

“como reflexo da pressão inflacionária e da taxa de juros elevada, reduzindo o poder de compra dos consumidores.”

De forma similar, no ano de 2022, o Supermercado Chama e o Atacarejo Fogo instalados em Corumbá, próximo à maior fronteira com a Bolívia, também não performaram como o esperado.

No setor varejista, a rede possui 10 unidades, sendo 3 atacarejos e 7 supermercados com cerca de 800 colaboradores diretos, atendendo uma população de aproximadamente 160.000 clientes mensalmente.

Presente nas cidades de Naviraí, Iguatemi, Caarapó, Corumbá, Ladário, Maracaju, além da fronteira boliviana.

Na atividade rural agropecuária, os Produtores Rurais contam hoje com duas fazendas onde estão divididas cerca de 700 cabeças de gado. 

Importância da empresa

Vale mencionar que o Grupo J Chagas tem uma importância imensurável para a região, uma vez que o mesmo exerce a circulação de produtos no Estado do Mato Grosso do Sul.

Eles fomentam a atividade econômica através de emprego aos trabalhadores, pagamento de impostos, estimulando o desenvolvimento regional e nacional.

Como está a situação do Grupo J Chagas em 2024?

Conforme apurado pelo TV Foco, ao procurar atualizações sobre o caso do Grupo J Chagas, não foram encontradas nenhuma informação conclusiva quanto ao seu processo de recuperação judicial.

Porém, as suas redes sociais oficiais continuam ativas e as unidades mencionadas permanecem em pleno funcionamento.

🚨 Davi troca medicina por programa na TV + Piovani ESCULACHA Neymar + Mion reage a boatos de traiç@o         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras. Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ... Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.