O QUE ROLOU?!

R$ 50 bilhões em dívidas com Bradesco e +: A luta de gigante contra falência cravada por Bonner


William Bonner confirmou em pleno JN a luta de varejista contra a falência (Foto Reprodução/Montagem/Lennita/Tv Foco/Globo/Canva/Logo.Net)

Em meio ao JN, William Bonner expôs situação de gigante do varejo que ainda luta para sobreviver e escapar da falência

Em edição do Jornal Nacional, principal jornalístico da Globo, que foi ao ar no dia 19 de dezembro de 2023, William Bonner confirmou a luta de uma gigantesca varejista contra a temida falência.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Estamos falando da icônica Americanas, que logo no primeiro semestre de 2023 teve um rombo de 40 bilhões exposto a todos os brasileiros.

William Bonner comentou sobre a falência da Itapemirim (Reprodução: Globo)
William Bonner na bancada do Jornal Nacional, na Globo (Foto: Reprodução/Globo)

Porém, na ocasião da notícia, as dívidas já chegavam a 50 bilhões e mais uma lista extensa de credores, incluindo bancos como o Brasdesco:

“Os credores aprovaram o plano de recuperação das lojas americanas. São bancos, fornecedores, que representam 97% da dívida das americanas, estimada em R$ 50 bilhões e que será renegociada.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Os acionistas de referência vão injetar cerca de R$ 12 bilhões no aumento de capital da empresa” – Noticiou William Bonner

Veja também

Por dentro da situação:

Como mencionamos, a Americanas está em crise desde o primeiro semestre de 2023, mais precisamente desde janeiro daquele ano.

Segundo o portal O Globo, tudo começou quando a fraude contábil de R$40 bilhões em seus balanços veio à tona, conforme dito acima.

Para conseguir a aprovação de seu plano de recuperação judicial, a Americanas teve que assinar um acordo com 57% dos credores quirografários (instituições financeiras).

Americanas - Foto: Internet
Americanas (Foto Reprodução/Internet)

Esse percentual foi alcançado após o entendimento com o Banco Safra, uma das instituições financeiras mais reticentes, que assinou o acordo de adesão ao plano.

O que posteriormente juntou ao Bradesco, Itaú, Santander, BTG Pactual, Votorantim e Banco Daycoval.

Vale dizer que, com essa recuperação aprovada, a execução das dívidas foi suspensa fazendo com que a varejista ganhasse mais tempo para renegociar suas dívidas.

Entre janeiro a setembro de 2023, a Americanas fechou cerca de 99 lojas deficitárias.

Em comunicado oficial, empresa afirmou na época a seguinte situação:

A gente considera superada a fase mais crítica pela qual a Americanas passou, Porém Tem muito trabalho adiante até que a gente volte consistentemente a gerar resultados operacionais”.

Banco Bradesco (Foto: Reprodução - InfoMoney)
Banco Bradesco está entre os credores da Americanas (Foto: Reprodução/ InfoMoney)

Como está a situação da Americanas nos últimos meses?

Agora em 2024, a Americanas ainda permanece em fase de recuperação judicial e, apesar de ainda lutar contra o terror da falência, os números foram um tanto animadores.

Porém, conforme a InfoMoney, ela encerrou o mês de março de 2024 com caixa disponível final R$ 1,356 bilhão, 23% maior que o registrado no mês anterior, de R$ 1,099 bilhão.

As informações constam do relatório de atividades mensais da companhia divulgado pelos administradores judiciais.

Segundo o documento, a dívida da empresa em março de 2024 era de R$ 21,271 bilhões.

Em moeda americana, a dívida era de US$ 1,068 bilhão. Entre abril de 2023 e março de 2024, a dívida da varejista em dólar permaneceu estável e em real aumentou em 3,3%.

Durante o mês de março, não houve desembolso para pagamento de dívidas bancárias, porém houve o desembolso de R$ 4,1 bilhões a credores do plano de recuperação judicial.

Nos últimos 12 meses, a empresa desembolsou R$ 737,141 milhões para pagamento de dívidas em reais e nenhum valor para o pagamento das dívidas em dólares.

Segundo o e-investidor, os dados mostram ainda que o canal digital registrou investimento de R$ 2.550.431,75, para o período de abril de 2023 a março de 2024.

O prazo médio dos produtos em estoque foi de 56 dias em março de 2024, o que representa uma redução de 55,9% em relação ao indicador calculado em abril de 2023, tendo um impacto positivo no ciclo de caixa.

Ainda em março de 2024, a Americanas contratou 112 pessoas jurídicas que, por sua vez, disponibilizaram 1.433 colaboradores para as atividades operacionais especificamente para

  • Operações de distribuição;
  • Logística dos centros de distribuição;
  • Operação de lojas físicas;
  • Limpez;
  • Manutenção e segurança

🚨 Davi troca medicina por programa na TV + Piovani ESCULACHA Neymar + Mion reage a boatos de traiç@o         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida. Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever. Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras. Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ... Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.