Globo

Globo

“Morreu”: A perda irreparável de integrante do Jornal Hoje confirmada por substituto de Bonner no JN

Grande nome do jornalismo da Globo morre e morte é confirmada no Jornal Nacional (Foto: Divulgação)
Grande nome do jornalismo da Globo morre e morte é confirmada no Jornal Nacional (Foto: Divulgação)

Substituto de Bonner expõe no Jornal Nacional morte de grande nome que fez parte do jornalismo da Globo

O Jornal Nacional da Globo é conhecido por informar as principais notícias do Brasil e do mundo. E muitas vezes abre espaço para falar da perda de algum grande nome do cenário brasileiro.

Sejam nomes do esporte, novelas ou jornalismo, se é um nome que marcou de alguma forma, é citado na programação. E no dia 21 de outubro o substituto de William Bonner expôs a perda de um famoso nome de jornalismo.

Jornal Nacional
Hélter Duarte ao vivo no Jornal Nacional (Foto: Reprodução / TV Globo)

Hélter Duarte, que estava na edição especial de sábado, comunicou a perda: “Morreu neste sábado (21), em São Paulo (SP), aos 71 anos, o jornalista Carlos Amorim”. Em seguida, ele falou dos trabalhos do jornalista.

“Carlos Roberto Amorim da Silva trabalhou nos principais jornais cariocas e revistas de circulação nacional. E foi como repórter que começou a trabalhar nas Organizações Globo. Foram cinco anos no jornal O Globo. Na década de 1980, migrou para o telejornalismo”, disse o apresentador do Jornal Nacional.

No trecho seguinte, relatou o que ele fez na emissora dos Marinhos. “Foi editor do Jornal da Globo, do Jornal Hoje e do Jornal Nacional. Chefe de redação do Globo Repórter, diretor do Fantástico e diretor de Eventos Especiais da Central Globo de Jornalismo”, disse ele.

Veja também

Carlos Roberto Amorim da Silva (Reprodução/Internet)
Carlos Roberto Amorim da Silva (Reprodução/Internet)

QUAIS AS OUTRAS EMISSORAS QUE TRABALHOU?

Hélter Duarte expôs as outras emissoras do jornalismo, as quais foram a extinta TV Manchete, do SBT, da Record e da Bandeirantes, onde implantou o canal de notícias BandNews.

Por fim, ele expôs o que ele ganhou e estava fazendo antes de morrer: “Carlos Alberto ganhou o Prêmio Jabuti, o mais importante do Brasil, pelo livro reportagem “Comando Vermelho – a história do crime organizado”, em 2004. Também recebeu os prêmios jornalísticos Vladimir Herzog e Simon Bolivar. Nos últimos anos, Carlos Amorim se dedicava a projetos independentes para o cinema, a TV e internet.”

Carlos Roberto Amorim da Silva (Foto: Reprodução / Jornal da Globo)
Carlos Roberto Amorim da Silva (Foto: Reprodução / Jornal da Globo)

🚨 Fátima Bernardes na Record + Thais Fersoza expõe farsa no BBB24 + Globo obriga Rodriguinho a se "humilhar" por Davi

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA