URGENTE

Venda proibida e contaminação com pelo de rato: A proibição da Anvisa contra dois molhos de tomate


Molho de tomate e notificação da Anvisa - Foto: Reprodução/TV FOCO

Produtos foram retirados dos mercados no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atua em nosso país garantindo a segurança, qualidade e eficácia de alguns produtos e serviços de nosso cotidiano. Dessa vez, por exemplo, falaremos sobre uma autuação do órgão federal contra duas marcas de molhos de tomate.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Trata-se de um produto muito utilizado na nossa culinária. Sendo necessário para o preparo de inúmeros pratos, como lasanha, cachorro-quente, macarronada, etc. Exatamente por conta disso, a notícia sobre a contaminação dessas marcas caiu como uma bomba no colo das donas de casa.

Segundo o portal G1, a Anvisa proibiu a venda e distribuição em todo o país de dois lotes de extrato de tomate da Elefante e de um lote de molho de tomate tradicional da marca Pomarola após um laudo detectar pelo de roedor acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente.

A proibição imediata da ANVISA contra marca rival da Pomarola - Montagem: TVFOCO
A proibição imediata da ANVISA contra marca rival da Pomarola – Montagem: TVFOCO

Conforme a matéria do G1, a proibição aconteceu em julho de 2017 e a decisão foi publicada no Diário Oficial da União. Na ocasião, as fabricantes tiveram que recolher os produtos do mercado. Vale lembrar que a decisão foi cumprida voluntariamente pelas empresas, assim que foram notificadas.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Molho de tomate Elefante teve um de seus lotes arrancados dos supermercados (Reprodução: Internet)
Molho de tomate Elefante teve um de seus lotes arrancados dos supermercados (Reprodução: Internet)

Dessa forma, a resolução nº 1.997 proibiu a distribuição e venda do molho de tomate tradicional da marca Pomarola, lote 030903, válido até 31/08/2017, e também do extrato de tomate da marca Elefante, lote 032502, válido até 18/08/2017. A Cargill Agrícola é a fabricante dos produtos.

Veja também

Pronunciamento:

Na época, a Cargill, responsável pelas marcas Pomarola e Elefante, informou que tomou conhecimento da determinação da Anvisa com relação aos lotes citados e adotou as medidas necessárias em decorrência de tal determinação.

A marca Elefante, de molho de tomate, tem um de seus lotes proibidos de vendas em 2016 (Reprodução: Internet)
A marca Elefante, de molho de tomate, tem um de seus lotes proibidos de vendas em 2016 (Reprodução: Internet)

“A empresa reitera o compromisso com o cumprimento de todas as normas de segurança dos alimentos e padrões de higiene. Assegura ainda que os produtos dos referidos lotes não oferecem qualquer risco à saúde de seus consumidores. A Cargill permanece à disposição para os esclarecimentos que se façam necessários”, informou.

Situação atual:

A empresa cumpriu as determinações da Anvisa e resolveu o problema retirando o lotes contaminados de circulação. Atualmente, ela opera normalmente, com a venda em todo o país.

O que a Anvisa fiscaliza?

Entre as ações de fiscalização, estão a apreensão, o recolhimento, a proibição e a suspensão de armazenamento, comercialização, distribuição, fabricação, importação, propaganda e/ou uso do produto ou serviço.

🚨 Davi assume uso de dinheiro doado ao RS + Globo crava desfecho do campeão + Dona Déa é DETONADA         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Kelly Araújo, formada em Biologia pelo IFCE e atualmente estudo Engenharia de Produção Civil na mesma instituição. Escrevo sobre televisão e o universo dos famosos desde o ano de 2014. Sou apaixonada por falar sobre os bastidores da TV, gosto de acompanhar a vida dos famosos nas redes sociais e amo assistir um reality show de confinamento. Minhas redes são: Email: kelly.araujo@otvfoco.com.br