Adeus

Adeus R$ 30 bilhões: Nova lei de Haddad confirmada na Globo atinge o principal pagamento dos CLT’s na Caixa

10/07/2024 às 16h44

Por: Bruno Zanchetta
Imagem PreCarregada
Caixa e Haddad (Reprodução - Internet)

Uma nova lei de Haddad confirmado na Globo atinge pagamento fundamental aos trabalhadores

Os trabalhadores CLT tiveram uma notícia impactante sobre uma nova lei de Fernando Haddad, que foi confirmada pelo jornal O Globo atingindo diretamente um pagamento da Caixa.

Acontece que, os CLT, quando são demitidos, tem a opção de sacar o seguro desemprego, que é uma forma, justamente como o nome diz, de te dar uma segurança financeira enquanto a pessoa está desempregada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acontece que, de acordo com informações do Globo,  ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse nesta quarta-feira, após reunião no Palácio do Planalto, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou que a equipe econômica faça o que for necessário para cumprir o arcabouço fiscal neste ano e nos próximos.

Haddad acrescentou ainda que o mecanismo que controla o crescimento das despesas públicas será preservado “a todo custo”, indicando que o presidente autorizou o bloqueio de despesas para atingir a meta fiscal deste ano, que é de déficit zero.

Continua após o Veja Também

Veja também

Haddad também afirmou que o presidente autorizou a redução de despesas de R$ 25,9 bilhões de programas dos ministérios com um pente-fino para fechar as contas públicas de 2025, mas não deu muitos detalhes de como e onde serão feitos os cortes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Há dois meses, o portal extra revelou que o governo prevê economizar de R$ 20 bilhões a R$ 30 bilhões com a revisão de cadastros de benefícios previdenciários e trabalhistas no ano que vem, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas), seguro-desemprego e auxílio-doença. Os recursos são necessários para alcançar a meta fiscal de 2025, que prevê resultado zero, e já devem constar do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), a ser enviado ao Congresso Nacional até 31 de agosto.

O governo tem sido cobrado a apresentar medidas de cortes de gastos para mostrar compromisso com o arcabouço fiscal. Após derrotas recentes na agenda de recuperação da base arrecadatória, liderada pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, a pressão aumentou. No último dia 20, o dólar fechou no maior valor do terceiro mandato de Lula, a R$ 5,46, repercutindo as dúvidas fiscais e temores de intervenção do petista no Banco Central.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

QUANTOS MESES É NECESSÁRIO PARA RECEBER O SEGURO-DESEMPREGO?

O trabalhador recebe entre três e cinco parcelas de seguro-desemprego, dependendo de quanto tempo trabalhou antes da demissão. Dessa forma, o trabalhador recebe três parcelas se tiver no mínimo 6 meses trabalhados; quatro parcelas se tiver no mínimo 12 meses; e cinco parcelas se trabalhou 24 meses ou mais.

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Caixa
Haddad
seguro-desemprego
Bruno Zanchetta

Prazer, sou Bruno Zanchetta, formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. O Jornalismo é a minha vida e está presente nas 24 horas do meu dia.Faço matérias diversas sobre carros luxuosos, veículos impressionantes e até sobre coleções curiosas Email: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.