Bastidores da TV Notícias

Antes de ser contratado, Matheus Furlan ficou um ano ligando para a Record pedindo emprego

O apresentador Matheus Furlan. (Foto: Reprodução/Record)

A conquista de algum sonho, um bem material ou até o emprego tão desejado pode vir de uma maneira fácil ou de uma maneira bem complicada. Para o jornalista Matheus Furlan a realização do sonho foi bem complicada e desgastante.

Antes de se tornar âncora do “Balanço Geral – Manhã”, Matheus passou por uma afiliada da Record em Belém onde fazia plantão de madrugada. “Deixei meu emprego para ir a Belém, por um salário menor. Tudo porque eu queria trabalhar na Record, era meu sonho. Fiquei lá um ano e meio“, disse ele em entrevista para o jornalista Daniel Castro.

Filho de Datena recebe apoio após responder declarações de Xuxa

Antes funcionário de emissoras bem menores, Matheus revela que suou bastante para conseguir ser contratado pelo canal paulista. “De 2015 a 2016, todo dia eu ligava nas emissoras da Record no Brasil inteiro pra pedir emprego. Ligava um dia no Rio, outro em Brasília, outro em São Paulo, e assim ia. Dizia que era do interior, apresentador de TV, e queria uma oportunidade lá. Pediam para eu mandar currículo, mandar vídeos, e eu mandava no e-mail de todo mundo! Eu fui muito persistente, muito“, relembra ele.

Com o devido destaque em Belém, com reportagens aparecendo no “Cidade Alerta” nacional, Matheus foi convidado para ser plantonista eventualmente. Não saiu mais de São Paulo. Luiz Bacci foi fixado no policialesco vespertino e Furlan promovido para o informativo matutino da emissora.

Coreógrafo fala sobre ter expulso Fernando Rocha de quadro do “Bem Estar”

Sua rotina mudou e mudou bastante. Ele agora acorda 02h30 da manhã para dar conta do recado. “Mas [acordo essa hora] por capricho. Levanto, faço alongamento, me exercito um pouco. Quando são 4h, já estou na Record. Chego na Redação, passo todas as reportagens, faço reunião com a equipe, tomo conhecimento de tudo que vai ter no programa. Minha adaptação foi imediata, eu estava disposto a qualquer coisa para vir trabalhar na Record em São Paulo. Estou comemorando até hoje“.

Por fim, agradece a força sempre muito bem vinda do colega Reinaldo Gottino. “As pessoas até brincam dizendo que a gente é muito parecido, que a gente é irmão. No primeiro dia de trabalho, eu estava nervoso, tenso, e o Gottino me mandou mensagens no WhatsApp me dando dicas para ficar calmo, tranquilo“, contou.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Rogério Frandoloso