CHOCANTE

Substância FATAL: A proibição da Anvisa contra 3 marcas amadas de azeite, pimenta e +1 popular às pressas

18/06/2024 às 19h13

Por: Diego Laureano
Imagem PreCarregada
Marcas de azeite, pimenta e farinha foram barrados dos mercados pela Anvisa (Foto: Reprodução / Canva / Montagem TV Foco)

Substância fatal foi um dos motivos da proibição de 3 marcas populares

Ocorre que a Anvisa (Agência Nacional da Vigilância Sanitária), decretou a proibição de 3 marcas amadas de azeite, pimenta e farinha, solicitando a retirada às pressas dos mercados.

Em outubro de 2023, janeiro e fevereiro de 2024, 3 marcas populares foram barradas pelo órgão fiscalizador por não seguirem as normas sanitárias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

SAIBA MAIS! Bactéria fatal na carne: A Anvisa decretou a retirada de 3 marcas rivais da Sadia após risco

Afinal, se tem um produto que faz a diferença para quem cozinha são os temperos. Sendo assim, é primordial ficar sempre atento se existem algumas proibições do órgão fiscalizador contra as marcas que você usa diariamente no conforto do seu lar.

Continua após o Veja Também

Veja também

De acordo com o portal da Vigilância Sanitária de Santa Catarina, o primeiro produto proibido foi a Pimenta-do-reino Preta Moída Pura da marca . A empresa decidiu coibir a comercialização, distribuição, propaganda e uso da marca de temperos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, estabeleceu o recolhimento do lote nº 0892308 do produto Pimenta-do-reino Preta Moída Pura da marca , da empresa Junco Indústria e Comércio Ltda.

Vale destacar que a proibição da Anvisa aconteceu através da publicação da Resolução-RE Nº 504, de 07 de fevereiro de 2024.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão do órgão em proibir o uso do tempero se deu pelos resultados de má qualidade de Pesquisa de Salmonella spp. e Contagem de Escherichia coli, conforme Laudo de Análise Fiscal Definitivo nº 2140.1P.0/2023, enviado pelo Laboratório Central de Minas Gerais (Fundação Ezequiel Dias).

A Pimenta-do-reino preta moída da marca fã teve o lote retirado (Reprodução: Internet)
A Pimenta-do-reino preta moída da marca Fã (Foto: Reprodução / Site da Marca)

SUBSTÂNCIA FATAL?

A substância fatal foi o elemento decisivo para o impedimento da mercadoria. Conforme dados do site Gov.com, a Salmonella pode resultar em duas formas de enfermidade, sendo elas: salmonelose não tifóide e febre tifoide.

Os sinais de salmonelose não tifoide pode apresentar bastante incômodo, porém a condição tende a se resolver por si só em indivíduos saudáveis (embora possa ser fatal em certas situações).

Já a febre tifoide é mais grave e tem mais chances de morte que a salmonelose não tifoide. Os principais sinais e sintomas da infecção por Salmonella (salmonelose não tifoide) é vômito, diarreia, dor abdominal, febre, entre outros.

Até o momento não foram encontradas notas oficiais, tampouco manifestações da empresa a respeito do ocorrido, porém o espaço continua aberto para que a mesma possa expor sua versão dos fatos.

QUAL MARCA DE AZEITE FOI BARRADA PELA ANVISA?

Outro produto bastante popular para as donas de casa é o Azeite. Ocorre que a Vigilância Sanitária também emitiu um decreto barrando esse óleo alternativo.

A Anvisa informou através da publicação da Resolução-RE Nº 3.923, de 11 de outubro de 2023, a qual proibiu cautelarmente o lote nº 19227 095 do produto Azeite de Oliva Extravirgem, marca Vincenzo, fabricado pela empresa TRL Internacional Importadora.

A medida foi motivada considerando o resultado insatisfatório no ensaio de determinação do índice de refração e do índice de iodo WIJS, conforme Laudo de Análise Fiscal Inicial nº 648.1P.0/2023, emitido pelo Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels – LACEN /RJ.

O índice de refração do Azeite de Oliva, que atua como tempero é uma medida da quantidade de luz que é refletida pelo óleo.

Se o valor for muito alto ou muito baixo, pode indicar que o produto não é puro e contém outros óleos ou substâncias.

Um lote do azeite Vincenzo foi apreendido (Reprodução: Internet)
Um lote do azeite Vincenzo foi apreendido (Foto: Reprodução / Canva)

O índice de iodo WIJS é uma medida da quantidade de iodo que o Azeite de Oliva pode absorver. Um valor baixo pode indicar a presença de óleos mais saturados, que são menos saudáveis.

Além disso, o excesso de iodo também pode provocar outros problemas de saúde, como náuseas, vômitos, dor abdominal, diarreia, erupções cutâneas, inflamação salivar, dor de cabeça, entre outros sintomas de acordo com informações do portal G1.

O produto voltou a ser comercializado normalmente, onde se tratou de um caso isolado, onde as medidas já foram tomadas sobre o lote citado acima.

Até o momento não foram encontradas notas oficiais, tampouco manifestações da empresa a respeito do ocorrido, porém o espaço continua aberto para que a mesma possa expor sua versão dos fatos.

Anvisa- Azeite (Foto: Reprodução, Montagem - TV Foco)
Anvisa e Azeite (Foto: Reprodução / Canva / Montagem TV Foco)

QUAL MARCA DE FARINHA TAMBÉM FOI BARRADA PELA ANVISA?

No dia 04 de janeiro de 2024, de acordo com informações do portal da Vigilância Sanitária de Santa Catarina, a marca de farinha Panko, ideal para empanar carnes e legumes em geral, tomou proibição da autarquia após grave constatação.

A proibição foi publicada através da Resolução-RE Nº 59, de 4 de janeiro de 2024, na qual o lote da farinha Panko, da marca Alfa Alimentos, de numeração 00125112023, e validade do dia 25/11/2024 foi barrada dos supermercados.

A medida contra a empresa Alfa Alimentos, que inclusive está no mercado desde 1987, foi motivada considerando o comunicado de recolhimento voluntário recebido da empresa.

Isso porque a produção do lote especificado ocorreu no período em que a fabricação no estabelecimento estava suspensa para reformas estruturais e, assim, os produtos fabricados ficaram sujeitos a contaminação química e física, o que pode acarretar sérios riscos à população.

Vale pontuar que esse fato aconteceu apenas com o lote citado, ou seja, os demais do produto, assim como as outras linhas da empresa seguem sendo comercializadas normalmente. Como o alerta partiu da própria empresa, ela mesma constatou o erro e emitiu o comunicado.

Farinha Panko da Alfa acabou tendo lote proibido (Reprodução: Internet)
Farinha Panko da Alfa acabou tendo lote proibido (Foto: Reprodução / Site da Marca)

A EMPRESA SE MANIFESTOU?

No site oficial da Alfa Alimentos, a empresa também enviou um alerta aos seus consumidores.

“A indústria alimenticia Alfa ltda informa aos consumidores que o produto mistura flocada para empanados (panko), da marca alfa alimentos, com a data de validade 25/11/2024, conteúdo líquido 1.000 g em embalagem plástica, será recolhido do mercado consumidor”, iniciou a nota.

“Esta medida decorre do fato que a produção deste produto ocorreu em um momento em que nossa fábrica estava passando por reformas estruturais para adequação à legislação vigente. Solicitamos aos consumidores que possuam esses produtos que entrem em contato com a indústria alimentícia alfa ltda para que seja agendada a sua substituição”, pontuou a empresa.

“A troca será realizada sem custos adicionais, como parte do nosso compromisso com a satisfação e segurança do cliente. é importante destacar que, embora não tenhamos identificado evidências de contaminação nos produtos afetados, existe a possibilidade de risco à saúde dos consumidores. a produção durante as reformas estruturais poderiam potencialmente levar a contaminações químicas ou físicas do produto, o que pode acarretar riscos variados à saúde”, informou a fabricante da marca de farinha.

Desse modo, a empresa deixou o telefone (11) 5524-8817 disponível para maiores esclarecimentos ou para os clientes agendarem a substituição dos produtos.

Alfa Alimentos emitiu um comunicado oficial (Foto: Reprodução / Site da Marca)
Alfa Alimentos emitiu um comunicado oficial (Foto: Reprodução / Site da Marca)

QUAL O PAPEL DA ANVISA?

A Anvisa desempenha um papel fundamental no Brasil quando se trata de garantir a segurança e qualidade dos produtos e serviços relacionados à saúde.

Ela é responsável por estabelecer normas e regulamentos que assegurem que os alimentos, medicamentos, produtos médicos, cosméticos e vários outros produtos e serviços estejam em conformidade com padrões de qualidade e segurança.

Anvisa proíbe produto popular - (Foto: Reprodução / Internet)
Fachada da Anvisa (Foto: Reprodução / Gov)

🚨 Urgente: Prisão de global + Sensitiva crava volta de Iza e traidor + Negociação de Tati Machado e SBT    

Anvisa
anvisa azeite
Anvisa Pimenta
Anvisa proibição
Diego Laureano

Autor(a):

Sou formado em Teatro, Produção Audiovisual e Jornalismo e completamente apaixonado por comunicação. Já atuei em emissoras de TV como Assistente de Produção e Redator em portais de entretenimento. Escrevo sobre televisão e seus bastidores, com responsabilidade, clareza, leveza e muito amor desde 2008. Mas a minha realização profissional está no Departamento de Novelas e Realities, no qual faço parte no TV Foco desde 2022. Além de Redator, atuo como Co-Apresentador das Lives do site no YouTube, às terças e sextas-feiras. Minhas redes sociais são: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.