URGENTE!

Morte confirmada e farmácias sem chão: ANVISA decreta proibição de 15 remédios populares das mulheres 50+

08/06/2024 às 15h44

Por: Ionara Santna
Imagem PreCarregada
Anvisa decreta proibição de 15 remédios populares (Foto: Internet)

Órgão regulador proíbe medicamentos às pressas após morte ser confirmada

Não é incomum nos dias de hoje ver pessoas que fazem o uso de algum medicamento para emagrecer. Nesse cenário, um recente decreto da Anvisa trouxe um alerta que chocou a todos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Acontece que os riscos desses medicamentos, vendidos muitas vezes como “milagrosos”, passam despercebidos, o que mudou após uma tragédia.

Isso porque, em fevereiro de 2022, uma enfermeira chamada Mara Abreu morreu aos 42 anos, em decorrência de uma hepatite fulminante causada pelo uso de chá em cápsulas para emagrecer.

Os perigos dos medicamentos atraíram ainda mais olhares com a morte de Paulinha Abelha, do Calcinha Preta, após o marido revelar que a morte da cantora estava ligada ao uso desses remédios.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Com o dever de garantir a segurança da população, após o caso, a Anvisa divulgou uma lista de remédios populares parecidos com o que tirou a vida da enfermeira, proibindo-os imediatamente.

Veja também

Medicamentos proibidos pela Anvisa

A lista de remédios emagrecedores proibidos pela Anvisa é extensa. Estima-se que, atualmente, mais de 150 tipos de medicamentos com essa finalidade encontram-se com sua venda proibida.

Dentre alguns citados, estão: 50 Ervas Emagrecedor, Academia Sense Shot, Afina Chá, Always Fitness Gold, American Fit, Bio Slim, Biofitslim, Bionatti Emagry, Bioslim, Black Caps, Chá Da Vida, Chá Da Vida Diabete, Composto Seca Barriga, Elixir da Vida, Detox Slim Nature e muito mais.

Para ver com mais detalhes, pessoas que fazem o uso de medicamentos e chás emagrecedores, principalmente mulheres 50+, devem acompanhar as proibições no portal da Anvisa.

VALE DESTACAR QUE NÃO foi encontrada nenhuma declaração pública da empresa a respeito das proibições, lembrando que o espaço permanece aberto para qualquer manifestação do lado.

“Por lei, os medicamentos só podem ser comercializados por farmácias e drogarias, independentemente da categoria (sintético, biológico, fitoterápico, homeopático, dinamizado, entre outros)”, acrescentou a Agência, segundo ocorreiobraziliense.

Quais os riscos dos chás emagrecedores?

Os chás emagrecedores, quando consumidos em excesso, sem orientação médica, ou ainda aqueles que não possuem a venda regulamentada, podem apresentar vários riscos à saúde.

Entre os problemas mais comuns estão a hepatite, que é uma inflamação do fígado, e a dependência química, onde o usuário pode desenvolver um vício nas substâncias presentes no chá.

Além disso, esses chás podem causar o efeito sanfona, caracterizado pela perda e ganho rápido de peso, o que é prejudicial ao metabolismo e à saúde geral.

Alterações gastrointestinais, como diarreia e dores abdominais, também são frequentes, assim como problemas cardíacos, que podem surgir devido a ingredientes que afetam o ritmo cardíaco.

Por fim, o uso indiscriminado desses produtos pode sobrecarregar os rins, levando também a sérios problemas renais, segundo o portal drauziovarella.uol.

🚨 Ex de Nahim em gu3rra com filha do cantor + Faustão e Fernanda Montenegro esnobam a Globo + Fraude de Matteus 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Me chamo Ionara Santana. Sou estudante de Engenharia da Computação pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Body Piercer e encontrei o amor e a vocação pela redação através do TV FOCO, integrando a equipe desde 2018. Gosto de escrever matérias sobre os mais diversos assuntos da televisão e do mundo das celebridades, principalmente quando se trata de Realities e Novelas. Minha meta é trazer notícias rápidas e objetivas. Minhas redes sociais são: Email: Ionara.santana@otvfoco.com.br

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.