Decreto urgente

Alerta de risco: O decreto da ANVISA com retirada urgente de 3 marcas de shampoo, sabonete e condicionador

22/05/2024 às 10h05

Por: Rafael Silva
Imagem PreCarregada
Anvisa e produtos proibidos - Foto Reprodução Internet

Saiba tudo sobre retirada urgente da Anvisa de 3 marcas de shampoo, sabonete e condicionador, com alerta de risco

A Anvisa, mais uma vez, cumpriu o seu dever em proteger a população e os consumidores de riscos à saúde, com uma proibição de 3 marcas populares dos mercados, com graves riscos à saúde.

As informações são do site “consultas.anvisa.gov.br”, o qual informou no dia 19 de dezembro de 2023, que o shampoo Cor e Brilho, da MAKTUB INDUSTRIA E COMERCIO DE COSMETICOS LTDA, teve todos os seus lotes apreendidos pela Anvisa.

Segundo as informações, os produtos foram fabricados por uma empresa sem Licença Sanitária para a sua fabricação, o que infringe várias leis de comercialização, podendo até causar riscos à saúde da população. A Maktub não se pronunciou sobre o caso, e a proibição segue ativa até hoje.

Ainda segundo as informações, datadas de 08 de dezembro de 2023, o famoso shampoo Trá Lá Lá Kids, da PHISALIA PRODUTOS DE BELEZA LTDA, teve um dos seus lotes interditados e recolhidos, pois teve uma contagem de mesófilos e Pseudomonas aerureginosa fora dos padrões.

Além disso, essas substâncias, se consumidas em excesso, podem trazer sérios perigos aos consumidores, mas, felizmente, apenas o lote citado apresentou a irregularidade, com os outros shampoos podendo ser comprados normalmente. A PHISALIA, no entanto, não se pronunciou sobre o ocorrido.

De acordo com a fonte, com informações de 20 de setembro de 2023, todos os lotes de sabonete líquido e condicionador da marca ALPHALOE, também foram recolhidos dos mercados, pelo motivo da empresa não possuir licenciamento sanitário, algo que descumpre uma série de leis para a Vigilância Sanitária.

Conforme foi informado, a proibição segue em vigor até os dias atuais, e a Alphaloe não prestou esclarecimentos sobre a suspensão dos produtos.

Anvisa determina um limite de fragmentos para cada alimento (Reprodução/Foto: Anvisa/Divulgação)
Anvisa determina um limite de fragmentos para cada alimento (Reprodução/Foto: Anvisa/Divulgação)
Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)
Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)
Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)
Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)

Quais produtos precisam da aprovação do órgão regulador no Brasil?

Segundo informações do site “licempre.com”, o registro na Anvisa é obrigatório para as empresas que fabricam e importam produtos alimentícios, farmacêuticos, correlatos, saneantes e cosméticos, devendo ser sempre analisados e passados por uma perícia especializada do órgão para receberem aprovação.

Autor(a):

Eu sou Rafael Silva, tenho 28 anos e sou Arquiteto e Urbanista por formação pela Universidade Potiguar. Viciado em estar por dentro de tudo que acontece, sou Redator Web por vocação. Sempre foi apaixonado por escrita e leitura e me encontrei no mundo do entretenimento. Acompanho a vida dos famosos e celebridades diariamente pelos seus perfis das redes sociais e faço matérias sobre as fortunas dos artistas e suas mansões elegantes . Adoro jogar vídeo game e assistir séries e filmes. Minhas redes sociais são: lucas.rafael@otvfoco.com.br

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.