Notícias

Após assumir homossexualidade, Diego Hypólito abre o coração e revela ter sofrido abusos

Diego Hypólito (Reprodução/Instagram)

O Conexão Repórter desta segunda-feira (13) no SBT, traz um ídolo nacional em um momento de verdade. Em uma entrevista franca, o medalhista olímpico Diego Hypólito revela a Roberto Cabrini ter sofrido abusos psicológicos no início de sua carreira. Na semana em que assumiu publicamente sua homossexualidade, o ginasta traz uma conversa reveladora de quem, ainda muito jovem, conheceu a glória e o fracasso.

Balanço Geral vira carro-chefe da Record e desbanca a Globo em Vitória, Belo Horizonte, Goiânia, Salvador e São Paulo

Órfãos da Terra: Dalila passa por mudança radical, ganha novo aliado e inicia vingança contra Jamil e Laila

Bicampeão mundial de solo e medalha de prata nas Olimpíadas, Diego chegou aos 32 anos e decidiu marcar posição na luta contra o preconceito em um país ainda envolto pela homofobia. Ele fala sobre a formação religiosa, pressões familiares, o medo de decepcionar fãs, receio de perder patrocinadores e de sofrer represálias no meio esportivo.

sbt
O atleta abriu o coração e falou de vida pessoal e profissional. (Foto: Divulgação/ SBT)

O atleta recorda uma vida de provações e a infância de dificuldades e incertezas, além da descoberta de sua sexualidade, as primeiras experiências homossexuais, os namoros, as pressões e a guerra interna. Cabrini conversa ainda com Geni, mãe do atleta, que fala sobre o assunto ao lado do filho. O Conexão Repórter vai ao ar toda segunda-feira, 23h45, logo após o Programa do Ratinho no SBT.

A REVELAÇÃO

Pela primeira vez, o ginasta olímpico, Diego Hypolito resolveu falar abertamente sobre a sua homossexualidade, e se assumiu gay em depoimento publicado pelo portal UOL.

Silvio Santos reclama da audiência do Jogo dos Pontinhos e decide colocar o Casos de Família no lugar; entenda

Seguidora se manifesta após polêmica com Luciano Huck, aceita desculpas do apresentador, mas dispara: “Tu ainda não me convence em muita coisa”

“Eu vivi a solidão de não ter ninguém com quem eu pudesse compartilhar os dilemas de ser uma pessoa gay numa sociedade preconceituosa. Por mais que todo mundo tenha a impressão de que tem muito gay na ginástica, não tem. Todo mundo me zoava, zombava do meu jeito. Eu tinha o sonho de conseguir uma medalha olímpica e faria de tudo para chegar lá, até esconder quem eu era. Eu tinha certeza que se um dia eu saísse do armário publicamente, perderia patrocínios e minha carreira seria prejudicada”, disse o atleta.

Saiba tudo o que vai acontecer sobre a nova novelas das 9 da Globo, Amor de Mãe.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Rogério Frandoloso