Celebridades

Celebridades

Após matar sua esposa, ator de ‘‘The Shield’’ e ‘‘O planeta dos macacos’’ é preso

Michael Jace. (Foto: Divulgação)

Na madrugada desta terça-feira (21), Michael Jace, conhecido pela série policial ‘‘The Shield’’, foi preso, em Los Los Angeles, por supostamente assassinar sua mulher na noite anterior.

O ator Jace, de 51 anos, foi preso às 7h, horário de Brasília, em sua casa, no bairro de Hyde Park, em Los Angeles, ‘‘pela morte de sua mulher dos últimos nove anos, April’’, que tinha 40 anos, informou o detetive do Departamento de Polícia de Los Angeles, Lyman Doster.

Ele é suspeito de ter atirado em sua mulher durante uma briga e que o assassinato seja um caso de ‘‘violência doméstica’’. Os dois filhos do casal, de menos de 10 anos, estavam em casa na hora do crime. Ambos foram colocados pela polícia sob os serviços de proteção ao menor, informou a detetive Raquel Cruz.

Segundo fontes policiais citadas pelo site especializado em celebridades TMZ, foi o próprio Jace que telefonou para o 911 (o número de emergência), por volta das 20h30min. (00h30 de Brasília).

‘‘Atirei na minha mulher’’, teria dito o ator.

Veja também

Michael Jace participou de séries de TV, entre elas ‘‘The Mentalist’’, ‘‘Private Practice’’ e ‘‘CSI’’, além de filmes como ‘‘Forrest Gump – o contador de histórias’’, ‘‘Boogie Nights – prazer sem limites’’ e ‘‘O planeta dos macacos’’. Seu papel mais conhecido foi na série ‘‘The Shield’’, onde interpretou o agente do LAPD Julien Lowe.

VÍDEO YOUTUBE: Urgente: WILLIAM Bonner se DEMITE da Globo + Juliette pisada e TRAÍDA + Morte brutal em PANTANAL

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários