SBT

Após morte de funcionário com Coronavírus, SBT perde metade da equipe e toma medidas drásticas para evitar tragédia

SBT Coronavírus
SBT é acusado e ser foco de Coronavírus no Rio (Foto: Divulgação)

A situação no SBT está cada vez pior após morte de funcionário com Coronavírus

Com quase 50 % dos funcionários afastados com suspeita do novo Coronavírus, o SBT tomou medidas drásticas pra evitar novas mortes na emissora.

As medidas foram tomadas após o anúncio da morte do diretor de imagens José Augusto Nascimento Silva. Ele havia denunciado a negligência do canal de Silvio Santos no combate à disseminação da Covid- 19 mas não foi ouvido.

Após a morte do funcionário, segundo informações do colunista Leo Dias, o SBT finalmente decidiu dar a atenção devida a grave situação dos seus funcionários.

Em e-mail que foi enviado para todos os colaboradores, a emissora obrigou que todos passem a usar máscaras durante o período de trabalho.

“No intuito de aumentarmos a proteção e os cuidados com os nossos colaboradores, principalmente dentro de nossas instalações, informamos que a partir desta quarta-feira, 15/04, passa a ser obrigatória a utilização de máscara de proteção individual a todos os colaboradores do SBT, como medida preventiva à pandemia de Covid-19”, diz o SBT em comunicado.

“Informamos que a empresa realizou e ainda está fazendo a distribuição de máscaras para todos os colaboradores do SBT, portanto, caso ainda não tenha retirado as suas máscaras, procure imediatamente a equipe de segurança do trabalho para fazer a retirada”, continuou a emissora.  “Pedimos a colaboração de todos neste sentido. Lembre-se, a segurança de cada indivíduo depende da ação conjunta de todos nós. Os colaboradores que não adotarem essa conduta poderão sofrer sanções administrativas”, disse.

Emissora está sendo acusada de manter funcionários com suspeita de coronavírus trabalhando (Foto: Reprodução)
Emissora está sendo acusada de manter funcionários com suspeita de coronavírus trabalhando (Foto: Reprodução)

Em áudio enviados, o diretor de imagens denunciou a situação do canal

“Nenhum lugar no Rio de Janeiro tem mais casos suspeitos que no SBT. (…) Eu agora estou sob suspeita, inclusive com atestado de 14 dias que o doutor deu porque me calcei, sabe que não sou burro. Se tiver que processar essa turma eu vou processar. Acho de uma irresponsabilidade tremenda”, esbravejou o editor de imagens que morreu na última segunda- feira, 13 de abril, vítima da Covid- 19.

Vale dizer que Isabele Benito, apresentadora da emissora, anunciou que seu marido estava com o novo Coronavírus e precisou trabalhar por mais uma semana no SBT Rio, o que deixou os funcionários e o diretor de imagens apavorados. A direção do canal esperou a confirmação do exame para só assim dispensar a funcionária, mas já era tarde demais para alguns.

“Estou revoltado, não só por mim, mas também pelos meus colegas. E ela continua apresentando o jornal. Dane-se os merchans, dane-se os comerciais, dane-se tudo. Ela tá com corona, pode ser assintomática, mas vai matar uma porção de gente”, disse o diretor de imagens que faleceu.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Raquel Souza