Novelas Orgulho e Paixão

Após o insucesso de Além do Horizonte, Marcos Bernstein está de volta com Orgulho e Paixão: ‘É um grande desafio’

O autor Marcos Bernstein e o diretor artístico Fred Mayrink na coletiva de imprensa de 'Orgulho e Paixão' (Foto: Fábio Rocha/Gshow)
O autor Marcos Bernstein e o diretor artístico Fred Mayrink na coletiva de imprensa de ‘Orgulho e Paixão’ (Foto: Fábio Rocha/Gshow)

Nesta terça (20) estreia na Globo a nova novela das 18h Orgulho e Paixão. A trama de época trará personagens femininos fortes e questionamentos atuais.

Após ficar quatro anos na geladeira devido ao insucesso de Além do Horizonte (2013), Marcos Bernstein está de volta com um trabalho bem diferente do último, e ao invés de se inspirar em Lost, ele pegou referências na literatura de Jane Austen.

+ Após Gleici enfrentar novo paredão no BBB18, mãe da sister faz apelo na web

“Os questionamentos são universais e atemporais. A Elisabeta, personagem da Nathalia Dill, por exemplo, poderia ser uma mulher dos dias atuais, que busca seu lugar no mundo, independentemente do seu estado civil. Tem ainda a Julieta [Gabriela Duarte], uma mulher empoderada que foi à luta, criou o filho sem pai e abriu a própria empresa, sem uma presença masculina em sua vida”, declarou Bernstein em entrevista ao Notícias da TV.

Além de Bernstein, outra que está de volta após um longo período é Gabriela Duarte. Fora das novelas desde Passione (2010), ela falou sobre sua personagem, a fazendeira Julieta Bittencourt.

“A Julieta tem uma casca dura, já passou por muitos ressentimentos. Mas, por baixo disso, acho que ela pode servir de inspiração para as mulheres de hoje. Porque ela vai atrás do que quer, não depende de ninguém”, comentou.

“Acho importante debater as mulheres, gosto quando a novela aborda temas densos e que contribuem para o crescimento social. A trama fala da luta pelo espaço, pela igualdade, eu acho inspirador”, completou a intérprete.

A atração terá questionamentos sobre o papel da mulher na sociedade. “Não é a minha intenção colocar esses questionamentos em um manifesto, porém é natural que os temas do passado acabem se misturando com a atualidade. Trazer isso para a tela com leveza e naturalidade é um grande desafio”, informou o autor.

Com muitas mulheres no elenco, o ator Tato Gabus Mendes declarou, no entanto, que a produção não será apenas para este público. “Ela tem todos os ingredientes para o público masculino também. Tem aventura, comédia, mistério… A questão da paquera naquela época era muito diferente, deve despertar a curiosidade do público”, disse ele, que interpreta Felisberto Benedito, marido de Ofélia e pai das cinco jovens protagonistas.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA