Bastidores da TV

Após polêmica sobre racismo, William Waack recebe apoio de importante ex-diretor da Globo

William Waack (Foto: Divulgação)
William Waack (Foto: Divulgação)

Após ser afastado da Globo e ter sido rechaçado nas redes sociais ao aparecer dizendo uma frase de cunho racista em vídeo, o jornalista William Waack ganhou o apoio de Boni, importante diretor de TV da Globo.

“O tom infantil da brincadeira dele merecia um pedido de desculpas, uma coisa desse tipo. O peso dele como jornalista, como intelectual não poderia ser ignorado por uma coisa que não é correta”, declarou ele em entrevista ao Purepeople.

“Temos que entender que não podemos praticar, nem de brincadeira, um ato de racismo. Mas, certamente, ele não tem nada de racista. O conheço e ele é uma pessoa extremamente preocupada com o social e com todas as classes. Uma pessoa excepcional”, acrescentou.

O diretor de TV afirmou ainda que faria diferente com Waack e não optaria pelo afastamento: “Eu não o tiraria do ar. O obrigaria a fazer um pedido de desculpas bastante intenso, no ar. E como emissora faria um perfil mostrando quem ele é, para não ser confundido com um idiota racista qualquer”, opinou. “Não gosto de nada radical e sou contrário ao politicamente correto. Todo mundo é sujeito a deslizes e é importante dimensionar a gravidade deles e a pessoa que o cometeu. Por uma infelicidade ocorre uma coisa que nem por brincadeira deveria ter ocorrido”.

Boni falou ainda sobre a repercussão do vídeo nas redes sociais: “Acho que quatro, cinco mil pessoas não representam uma posição desse tópico. E nem todas as opiniões nas redes sociais são boas. Têm coisas excelentes, mas um rastilho de pólvora explode por nada”, disse. “Não sou racista, mas eu não puniria uma pessoa que a história eu conheço por uma infantilidade. É uma coisa tão contraditória (o tirar do ar) que daria mais força a luta contra o racismo ele se desculpar”, opinou.

O global falou ainda sobre a necessidade da emissora carioca manter sua posição sem influência das mídias sociais: “A aplicação do controle de conduta será cada vez mais forte. Mas a empresa tem que tomar as suas próprias decisões, não pressionada pelas redes sociais ou opinião pública”, frisou. “Ela tem que ter coragem de assumir a sua posição. Quando preciso ficar ao lado da opinião pública e quando não for, se manter”, concluiu.

Saiba tudo o que vai acontecer sobre a nova novelas das 9 da Globo, Amor de Mãe

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.