Esporte Interativo Globo

Após tentar peitar Globo contra monopólio no futebol, Esporte Interativo muda postura

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Bancado pelo milionário grupo Turner, o Esporte Interativo, até pouco tempo, parecia estar mesmo disposto a promover uma revolução na mídia esportiva brasileira.

Após surpreender ao conquistar os direitos de transmissão da Liga dos Campeões com exclusividade na TV paga e conseguir um acordo para ingressar nas principais operadoras do país, o canal vinha “peitando” o poderio da Globo contra o monopólio da emissora carioca no futebol brasileiro, e iniciou outra batalha, desta vez para tentar um acordo com clubes para a transmissão do Brasileirão a partir de 2019.

No entanto, de acordo com o colunista Flávio Ricco, agora, chama atenção a nova postura adotada pelo Esporte Interativo. Após toda movimentação e otimismo, nos últimos meses, o canal não procurou mais nenhum clube.

Vale lembrar que, apesar de todo investimento, no último mês de maio, por exemplo, o canal fechou com mísero 0,01 ponto de audiência no mês, sendo o canal pago menos assistido do país, o que dá margem para rumores de que os dados podem ter frustrado os investidores.

Será que tudo não passou de “fogo de palha”?

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO

site statistics