Celebridades

Celebridades

Apresentadora da Globo diz que foi “estuprada” e expõe famoso da Record

Apresentadora da Globo diz que foi estuprada - Foto: Reprodução
Apresentadora da Globo diz que foi estuprada – Foto: Reprodução

A apresentadora da Globo abriu o jogo durante uma entrevista reveladora e detalhou a situação traumatizante

A jornalista Mariana Ferrão, ex-apresentadora do Bem Estar, concedeu uma entrevista reveladora ao podcast Inteligência Ltda, onde trouxe à tona uma situação traumatizante que viveu nos estúdios da emissora. De acordo com a entrevista, tudo aconteceu nos bastidores do quadro na Dança dos Famosos, do extinto Domingão do Faustão.

A contratada do canal que participou do quadro em 2018, disse que em determinada ocasião estava ensaiando uma das coreografias e se sentiu insegura para realizá-la. Porém, o coreógrafo Ricardo Espeschit, parceiro da artista de 43 anos na competição, ignorou completamente a vontade dela.

“Na hora [em] que a gente estava ensaiando a coreografia, o Ricardo queria fazer comigo uma pegada, aquele troço de jogar para cima. Ele me segurava com os dois braços, rodava e depois, na hora de descer, fazia um rocambole e me colocava em espacate no chão”, disse a apresentadora.

“Eu me senti insegura. Só que, na hora em que a gente estava se apresentando, ele fez o negócio sem me avisar, e aí ou você vai, ou você vai, só que eu resisti”, relatou Mariana Ferrão, que acabou sofrendo uma fratura na apresentação que causou sua eliminação.

“Ele me levantou e me empurrou no espacate. Eu tive um rompimento de fibra muscular que liga o fêmur ao quadril. Cara, é uma dor, um negócio bizarro. Eu fiquei muito mal. Eu me senti rasgada, me senti estuprada, a sensação foi essa”, pontuou.

Veja também

Mariana Ferrão e Ricardo Espeschit na Dança dos Famosos - Foto: Reprodução
Mariana Ferrão e Ricardo Espeschit na Dança dos Famosos – Foto: Reprodução

BARRACO COM COLEGA

Na mesma entrevista, Mariana Ferrão relembrou um barraco vivido com uma das maiores estrelas do jornalismo da Record, Roberto Cabrini. Na época, ambos trabalhavam na Band.

A jornalista da Globo, que na época era âncora do Jornal da Band, citou que o colega de emissora quase a agrediu por não citá-lo como autor de uma reportagem exibida no noticiário.

“Recebi a mensagem no ponto eletrônico: ‘Mari, corta tudo que você puder nos textos pra chamar as cabeças [texto que informa o telespectador qual reportagem será exibida a seguir] porque está muito estourado’.”, disse ela, referindo-se as ordens do diretor.

“E aí na matéria do Cabrini eu não falei ‘veja na reportagem do Roberto Cabrini’. Ele estava do meu lado e veio para cima de mim, ele vinha me bater. Os caras tiveram que segurar porque eu não falei o nome dele. Aí depois ele se desculpou e disse que estava nervoso… Cara, eu pensei que ele ia me bater mesmo. É cada uma…”, expoôs a contratada da Globo.

Mariana Ferrão e Roberto Cabrini
Mariana Ferrão e Roberto Cabrini trabalharam juntos na Band- Foto: Montagem-TV Foco

VÍDEO YOUTUBE: Luto! Anne Lottermann, do Faustão, encara a morte de perto

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários