Celebridades

Arnaldo Saccomani detona Pabllo Vittar: “Fraude da música brasileira”

O produtor musical Arnaldo Sacomanni (Foto: Divulgação)
O produtor musical Arnaldo Sacomanni detonou Pabllo Vittar (Foto: Divulgação)

A vitória de Pabllo Vittar no prêmio Melhores do Ano, da Globo, continua dando o que falar. A música K.O., para quem não lembra, foi eleita a canção do ano e dividiu opiniões na internet. O produtor musical Arnaldo Saccomanni, por exemplo, foi um dos que não gostaram muito do resultado da votação.

Em seu perfil oficial no Facebook, o produtor, que ficou conhecido por ser jurado de programas como Ídolos, questionou a qualidade musical de Vittar: “Pablo Vitar é a grande fraude da música brasileira e fruto da miséria cultural que assola o país”, disse.

+Gestão do Domingo Espetacular traz complicação para repórteres; entenda

Depois de receber algumas críticas dos fãs, Arnaldo voltou à rede social para fazer uma nova postagem, deixando claro que se trata de uma análise musical, independente de orientação sexual: “O meu post sobre Pablo Vitar se resume apenas a sua parte artística e mais nada”.

FAUSTÃO CHAMA PABLO VITTAR DE VILLAR E VIRA PIADA

Fausto Silva parece não ter jeito, realmente. O apresentador mais uma vez voltou a ser assunto na internet durante o Melhores do Ano do Domingão do Faustão neste domingo (10). O motivo? Ele voltou a errar o nome de uma artista.

No momento de anunciar Pabllo Vittar para cantar no palco da atração, Fausto Silva voltou a falar de forma errada: “Pabllo Villar”. Essa foi a segunda vez que o apresentador errou o nome da cantora. A primeira vez ocorreu durante o quadro Ding Dong também neste ano.

Na ocasião, Pabllo Vittar participou do quadro no Domingão. No entanto, por mais de 3 vezes, o comunicador a chamou de Pabllo Villar. Neste domingo 10, Faustão se corrigiu mais rapidamente, já que foi avisado pela produção após a gafe, que não passou batida na internet.

Barracos, traição e muita fofoca ao vivo no canal do TV FOCO no YOUTUBE. INSCREVA-SE

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Fernando Lopes

Escreve sobre televisão desde 2013.