Mais destaques

Escândalo! Ator famoso ataca diretor apenas para ganhar Oscar, mas acaba desmascarado

Woody Allen acusa o ator Timothée Chalamet. (Foto: Montagem/Divulgação)
Woody Allen acusa o ator Timothée Chalamet. (Foto: Montagem/Divulgação)

Diretor Woody Allen acusa o ator Timothée Chalamet de tê-lo atacado após fazerem filmes juntos apenas com o intuito de ter mais chances de ganhar o Oscar

Na cultura atual dos “cancelamentos” nas redes sociais, na qual internautas se colocam no direito de acusar e menosprezar alguém por determinada postura ou declaração, mediante seus próprios critérios, um escândalo envolvendo o experiente diretor Woody Allen e o ator Timothée Chalamet provoca uma reflexão sobre esse tema.

Tudo começou no início de 2018, quando Woody Allen foi acusado de molestar a sua própria filha adotiva, Dylan Farrow. A polêmica fez o diretor ser alvo de diversos ataques, perder prestígio na indústria, ver diversos profissionais se recusarem a trabalhar com ele, e consequentemente ter prejuízos financeiros.

+ Sikêra Junior, após ter audiência recorde e assombrar Jornal Nacional, desponta como “novo Ratinho”

Quando surgiu a polêmica, o diretor estava finalizando o seu novo filme, Um Dia de Chuva em Nova York, protagonizado por Timothée Chalamet. E diante dessa situação, na época, o ator acabou endossando os ataques à Allen, afirmando que se arrependia de ter trabalhado com ele doou o cachê recebido pelo filme para instituições que apoiavam vítimas de abuso sexual.

No ano passado, o cineasta chegou a ser investigado e foi submetido ao detector de mentiras. E apesar de ainda enfrentar acusações verbais, ele acabou sendo inocentado por falta de provas.

Woody Allen e Timothée Chalamet nos bastidores de Um Dia de Chuva em Nova York. (Foto: Divulgação)
Woody Allen e Timothée Chalamet nos bastidores de Um Dia de Chuva em Nova York. (Foto: Divulgação)

ESTRATÉGIA?

As polêmicas sobre esse caso, no entanto, ganharam um novo capítulo esta semana. Em seu novo livro de memórias, Woody Allen faz uma revelação chocante sobre Timothée Chalamet.

O cineasta conta que o ator de 24 anos, que é considerado um dos mais promissores da atualidade, garantiu a sua irmã que atacou Allen na época apenas por estratégia, para ganhar prestígio na indústria militante, especialmente com a popularização do movimento “MeToo”, que encoraja as mulheres a denunciar casos de abuso em Hollywood, e assim tentar ganhar força para conquistar o Oscar daquele ano.

Vale lembrar que uma semana após seu posicionamento, o ator recebeu uma indicação ao prêmio, por outro filme (Me Chame Pelo Seu Nome), mas não levou a estatueta.

Apesar do escândalo, Allen elogia Timothée e os outros protagonistas do filme, afirmando que foi um prazer trabalhar com todos, e mesmo inocentado pela justiça, o diretor conta que ainda enfrenta rejeição de profissionais para fazerem parte da equipe do seu próximo filme.

Barracos, traição e muita fofoca ao vivo no canal do TV FOCO no YOUTUBE. INSCREVA-SE

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.