Celebridades

Celebridades

O dia em que atriz de Sítio do Pica-Pau Amarelo, da Globo, assassinou o próprio marido: “Velha, feia e gorda”

Elenco da versão mais recente de "Sítio do Pica-Pau Amarelo" (Foto: Divulgação/TV Globo)
Elenco da versão mais recente de “Sítio do Pica-Pau Amarelo” (Foto: Divulgação/TV Globo)

Dorinha Duval, atriz de “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, se tornou um dos grandes escândalos da TV Globo após assassinar o próprio marido

Dorinha Duval pode não ser um nome muito conhecido nos dias de hoje, mas já foi uma das grandes estrelas da TV Globo nos anos 1970. Após dar vida à primeira Cuca de “O Sítio do Pica-Pau Amarelo”, a famosa se viu no meio de um verdadeiro turbilhão de emoção ao ser presa por assassinar o próprio marido.

De acordo com a revista Manchete da época, a atriz e o então marido, Sérgio Garcia de Alcântara, tinham brigas ferrenhas, que eram de conhecimento geral. Muitas dessas discussões eram violentas, por isso após apanhar, a artista teria disparado várias vezes contra o companheiro, no dia 5 de outubro de 1980.

AGRESSÕES E HUMILHAÇÕES

Dorinha Duval contou em relato no livro “Em Busca da Luz” que tomou a decisão após levar um tapa do marido na região da cabeça. Após ameaçar se matar, a mulher pegou a arma e só se lembra de ter visto Sérgio todo ensanguentado no chão. Ela ligou para amigos e levou o rapaz para o hospital, mas ele já chegou morto.

Veja também

Dorinha Duval e o então marido, Paulo Sérgio Garcia de Alcântara (Foto: Reprodução)
Dorinha Duval e o então marido, Paulo Sérgio Garcia de Alcântara (Foto: Reprodução)

Segundo os relatos, da atriz, o companheiro costumada humilhá-la pelo fato dela ser 16 anos mais velha e ele querer mulheres mais novas. “Você está velha, feia, gorda. Você já era. Porque eu não quero nada com uma velha como você. Vê se olha no espelho! Você acha que eu vou querer alguma coisa contigo?”, teria dito o homem.

Nas declarações feitas pela artista de “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, Sérgio Garcia era viciado em jogos e ela quem pagava as dívidas. O rapaz também fazia parte de uma agência em que era constantemente assediado por outras mulheres, o que causava crises de ciúmes na atriz da Globo.

CUMPRIU PENA

Dorinha Duval foi condenada em novembro de 1989 a seis anos de prisão por homicídio sem agravantes. A famosa cumpriu a pena na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, em regime semiaberto, mas depois conseguiu cumprir em regime aberto. Hoje, a famosa está reclusa em sua casa na capital fluminense, onde produziu diversas pinturas.

Além do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, a atriz participou de grandes fenômenos da Globo nos anos 1970, como Irmãos Coragem (1970), Minha Doce Namorada (1971) e Selva de Pedra (1972) antes de interpretar Dulcinéia em O Bem-Amado (1973).

Dorinha Duval atualmente e a personagem Cuca, do "Sítio do Pica-Pau Amarelo", na primeira versão (Foto: Reprodução/TV Globo)
Dorinha Duval atualmente e a personagem Cuca, do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, na primeira versão (Foto: Reprodução/TV Globo)

Veja agora: Apresentador galã de TV dá basta e resolve se assumir gay de vez: veja fotos   

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Compartilhe essa notícia

Assuntos

Dorinha Duval

Quem escreve

Paulo Vito

Paulo Vito é um jornalista que trabalha com celebridades desde 2017 e admira tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários