Globo

Autor surpreende e revela detalhes da criação de Se Eu Fechar os Olhos Agora, nova minissérie da Globo

Xande Valois, Antônio Fagundes e João Gabriel D'Aleluia protagonizam Se Eu Fechar os Olhos Agora. (Foto: Divulgação/TV Globo)
Xande Valois, Antônio Fagundes e João Gabriel D’Aleluia protagonizam Se Eu Fechar os Olhos Agora. (Foto: Divulgação/TV Globo)

Nesta segunda-feira (15) a Globo finalmente levará ao ar a minissérie Se Eu Fechar os Olhos Agora, que foi gravada ainda no ano passado e que já está disponível em plataformas de streaming (Now e Globoplay) há algum tempo.

Em entrevista ao site da jornalista Cristina Padiglione, o autor Ricardo Linhares surpreendeu ao revelar detalhes da criação e dos bastidores da série, que é baseada no livro homônimo de Edney Silvestre.

“A ideia da adaptação foi minha. Eu já conhecia o Edney socialmente, mas não éramos próximos. O Edney me procurou porque tinha vários contos, e ele tinha até uma reunião com a Globo para falar disso, que queria transformar em um programa de ficção, no estilo de Relatos Selvagens (filme argentino de 2014). Ele me procurou antes da reunião na Globo para saber se eu faria a adaptação desses contos e se ele poderia dizer lá que eu gostaria de fazer essas adaptações”, falou.

“[…] Eu falei pra ele que o que eu gostaria de fazer seria uma adaptação de Se eu Fechar os Olhos Agora, que tem um grande potencial para minissérie. Desde que eu li o livro, gostei bastante. Mas falei que eu gostaria de fazer, desde que eu tivesse liberdade na adaptação, porque o livro não tem folego para dez capítulos”, continuou.

+Grávida, Tatá Werneck revela preocupação e medo com gestação e faz desabafo

+Noivo de Sabrina Sato, Duda Nagle posa com Danilo Gentili e é detonado

“Edney foi à reunião na Globo, falou isso, a Globo endossou que os contos não tinham a ver, mas disseram: ‘Se o Ricardo tem interesse em fazer Se eu fechar os olhos, vamos fazer’. E fiz em tempo recorde. Ainda estava na (supervisão de) A Lei do Amor, comecei a fazer a adaptação e já começaram a gravar. Tudo conspirou positivamente. Entreguei a sinopse no final do ano e em março já estava sendo gravado. Tudo rumou para ter esse casamento positivo”, completou.

Ao ser questionado sobre as mudanças da série em relação ao livro, Linhares contou que criou novos personagens, motivações e deu mais espaço para figuras que pouco apareciam no livro. “Eu criei muitas motivações que não existiam no livro. Por exemplo, o Ubiratan, personagem do (Antônio) Fagundes, por tédio mesmo, ele ia na casa do dentista (Renato Borghi) para ver o que estava acontecendo, e a história dele com a freira Maria Rosa (Lidi Lisboa) não existia. Na série, o Ubiratan está ali porque ele precisa fazer uma investigação da vida dele”, revelou.

“A mesma história do João Gabriel: ele não era neto da Ruth de Souza, ele não tinha parentesco com a Anitta (Thainá Duarte, a vítima em torno do qual a investigação se desenrola), nada disso havia. Eu criei. A investigação policial não é tão importante, a investigação pessoal passa a ser mais importante. O personagem do Gabriel Braga Nunes tinha uma única cena, ele é apenas citado no livro, e eu criei ele drogado, industrial da época, da elite, querendo se meter na política”, finalizou.

Ricardo Linhares é autor de Se Eu fechar os Olhos Agora. (Foto: Reprodução/GShow)
Ricardo Linhares é autor de Se Eu fechar os Olhos Agora. (Foto: Reprodução/GShow)

TV Foco no Youtube

Amor de Mãe

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO

site statistics