Decisão final do Banco Central confirma o que acontecerá com quem guarda R$1 mil na poupança da Caixa e BB

10/07/2024 às 9h40

Por: Giovana Misson
Imagem PreCarregada
Banco Central, logo Caixa, Banco do Brasil e mulher chocada (Fotos: Reproduções / Globo / Internet / Canva)

Banco Central confirma nova decisão envolvendo cortes e afeta diretamente quem guarda dinheiro em contas poupanças

Há anos, inúmeros brasileiros utilizam a conta poupança para guardar o salário e ter um rendimento extra no futuro. Nesta quarta-feira, 10, iremos mostrar uma decisão do Banco Central, que afeta quem guarda R$ 1 mil no investimento da Caixa, Banco do Brasil e outros bancos.

A conta poupança varia de acordo com a taxa Selic, que é definida pelo Banco Central e o Copom. No dia 19 de junho deste ano, uma nova decisão das entidades veio à tona.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na ocasião, o Banco Central e o Copom decidiram manter a taxa Selic em 10,50% ao ano, de acordo com informações do G1. A decisão representa o fim do ciclo de cortes.

Desde agosto de 2023, o Comitê de Política Monetária começou a cortar a taxa básica de juros, foram sete quedas seguidas. A Selic estava em 13,75% ao ano no começo do ciclo de cortes.

Continua após o Veja Também

Veja também

O comitê do Banco Central não reduziu novamente a taxa básica de juros por conta do cenário da inflação, que ainda exige cuidados. “Entre os riscos de alta para o cenário inflacionário e as expectativas de inflação, destacam-se uma maior persistência das pressões inflacionárias globais; e uma maior resiliência na inflação de serviços do que a projetada”, disse o comunicado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Porém, mesmo ao permanecer em 10,50% ao ano, a taxa segue no menor nível desde fevereiro de 2022, quando estava em 9,25% ao ano, segundo informações do G1.

INFLUENCIA NA CONTA

A Selic interfere diretamente em outras taxas de juros do país, como taxas de empréstimos, financiamentos, aplicações e a rentabilidade da poupança, segundo o portal do Estadão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desse modo, a decisão do Banco Central também afeta os brasileiros que possuem contas poupanças, seja em qualquer instituição financeira, uma vez que o rendimento é baseado na taxa. Entenda:

  • 0,5% ao mês, enquanto a meta da taxa Selic ao ano for superior a 8,5%;
  • 70% da meta da taxa Selic ao ano, mensalizada, vigente na data de início do período de rendimento, enquanto a meta da taxa Selic ao ano for igual ou inferior a 8,5%.

Pensando na nova taxa, o portal Money Times realizou uma simulação de quanto rende R$ 1 mil na conta poupança, que atualmente ende atualmente 6,17% ao ano + Taxa referencial.

Daqui 12 meses, o R$ 1 mil investido irá valer R$ 1.073,46, segundo o portal. A conta poupança é um dos investimentos mais baixos.

Por fim, os brasileiros também podem optar por investimentos mais rentáveis, como Tesouro Selic, Terouso IPCA, CDB e LCI/LCA.

COMO CONSULTAR SE TENHO DINHEIRO NO BANCO CENTRAL?

E por falar no Banco Central, inúmeros brasileiros possuem algum dinheiro esquecido nos bancos, seja por alguém que morreu ou até pelo CPF.

Pensando em facilitar a consulta, a instituição o criou o site dos Valores a Receber (valoresareceber.bcb.gov.br).

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Banco Central
conta poupança
Giovana Misson

Autor(a):

Eu sou Giovana Misson, jornalista por formação pela Universidade Mackenzie de São Paulo. Criadora de conteúdo digital e redatora sobre o mundo das celebridades desde 2019. Já trabalhei em assessoria de imprensa, local em que cuidei de marcas de peso e por redações focadas no entretenimento. Sou apaixonada por moda, beleza, música, séries e nunca perco uma fofoca. Faço matérias focadas em programas de televisão e sobre o cotidiano dos famosos, fato curioso é que sou muito fã de Virgínia Fonseca Email: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.