ATENÇÃO!

Banco Central emite comunicado URGENTE pra todos que tem poupança na CAIXA e se você tem uma, precisa agir já

07/07/2024 às 16h54

Por: Ionara Santna
Imagem PreCarregada
Banco Central / Poupança Caixa (Foto: Montagem TV Foco)

Saia no lucro: Se você investe o seu dinheiro na conta poupança, então precisa saber desse comunicado do Banco Central para repensar suas opções

Recentemente, o Banco Central do Brasil emitiu um comunicado que todos os clientes que possuem conta poupança na CAIXA Econômica Federal.

Isso porque recentes resultados trazem um alerta sobre a necessidade de revisão das estratégias de investimento, considerando o atual cenário econômico. Mas como assim?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acontece que, apesar do resultado positivo da poupança em junho, os valores, quando melhor analisados, indicam uma movimentação abaixo das expectativas para muitos investidores.

Conta Poupança Caixa (Foto: Reprodução, BMC News)
Conta Poupança Caixa (Foto: Reprodução, BMC News)

Em números, entradas líquidas em junho foram de R$ 12,756 bilhões, o maior volume desde dezembro do ano passado, sendo o terceiro mês do ano com resultados positivos.

Continua após o Veja Também

Veja também

Contudo, é importante destacar que o acumulado do primeiro semestre de 2024 revelou uma retirada líquida de R$ 2,793 bilhões da poupança, o que deve ser acompanhado com atenção. Nesse cenário, a poupança se estabelece como uma das opções de investimento queridinha dos brasileiros, com 26% de preferência. Porém, outras alternativas podem ser consideradas e podem ser até mais vantajosas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outras alternativas: O tesouro Selic e +2

O Tesouro Selic é um título público emitido pelo governo federal, sendo uma opção de investimento em renda fixa.

Ilustração investimentos (Foto: Reprodução / Canva)
Ilustração investimentos (Foto: Reprodução / Canva)

Ele é indexado à taxa Selic, o que significa que seus rendimentos acompanham a variação dessa taxa de juros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por ser emitido pelo governo, é considerado um investimento de baixo risco, pois é improvável que o governo não honre o pagamento dos juros e do valor investido.

Além disso, possui liquidez diária, o que permite resgates a qualquer momento. Essa característica o torna uma escolha popular para investidores que buscam segurança e estabilidade.

Certificados de Depósito Bancário (CDBs)

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um investimento de renda fixa emitido por bancos (Foto: Reprodução/ Internet)
O CDB continua sendo a melhor opção para quem quer investimentos mais rentáveis em poupanças (Foto: Reprodução/ Internet)

Os CDBs são títulos de renda fixa emitidos por bancos para captar recursos financeiros. Ao investir em um CDB, o investidor está emprestando dinheiro ao banco em troca de uma remuneração, que pode ser pré ou pós-fixada.

Os CDBs oferecem opções de prazos e taxas de rendimento variáveis, o que permite ao investidor escolher o título que melhor se adequa ao seu perfil e objetivos financeiros.

Eles também contam com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que assegura a devolução do valor investido em caso de falência da instituição financeira até o limite de R$ 250 mil por CPF e por instituição.

Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio (LCIs e LCAs)

Muitos brasileiros colocam parte de seu dinheiro em investimentos (Reprodução: Internet)
Muitos brasileiros colocam parte de seu dinheiro em investimentos (Reprodução: Internet)

As LCIs e LCAs são títulos de renda fixa emitidos por instituições financeiras com o objetivo de captar recursos para financiar o setor imobiliário (LCIs) e o agronegócio (LCAs).

Uma das principais vantagens desses investimentos é a isenção de Imposto de Renda para pessoas físicas, o que aumenta a rentabilidade líquida para o investidor.

Além disso, assim como os CDBs, as LCIs e LCAs são protegidas pelo FGC, proporcionando maior segurança ao investidor.

Os rendimentos são geralmente atrelados a indicadores como o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), garantindo uma remuneração competitiva em relação à poupança.

Atenção a rentabilidade da poupança

É crucial também considerar o impacto da inflação sobre os rendimentos da poupança, que, em alguns períodos, resulta em rentabilidade real negativa.

A decisão de investir deve levar em conta o tempo de aplicação, o objetivo financeiro pessoal e a disposição para assumir riscos, aspectos essenciais na construção de uma carteira de investimentos sólida e rentável.

No cenário atual, com a Selic acima de 8,5% ao ano, a poupança atualmente rende 0,5% ao mês mais a Taxa Referencial (TR).

Qual o cálculo de rendimento da poupança?

A rentabilidade da poupança está atrelada à Selic da seguinte maneira:

  1. Quando a Selic está acima de 8,5% ao ano, a poupança rende 0,5% ao mês mais a Taxa Referencial (TR). Este cenário resulta em um rendimento anual de aproximadamente 6,17% + TR.
  2. Quando a Selic está em 8,5% ao ano ou abaixo, a poupança rende 70% da Selic mais a TR. Por exemplo, com a Selic a 10,5%, a poupança renderia 70% de 10,5% ao ano, ou seja, 7,35% ao ano, mais a TR.

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

Banco Central
CDBs
investimentos
LCIs e LCAs
Poupança Caixa
tesouro Selic
Ionara Santna

Autor(a):

Me chamo Ionara Santana. Sou estudante de Engenharia da Computação pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Body Piercer e encontrei o amor e a vocação pela redação através do TV FOCO, integrando a equipe desde 2018. Gosto de escrever matérias sobre os mais diversos assuntos da televisão e do mundo das celebridades, principalmente quando se trata de Realities e Novelas. Minha meta é trazer notícias rápidas e objetivas. Minhas redes sociais são: Email: [email protected]

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.