Band

Band

Band irá investir na produção de entretenimento no Rio de Janeiro

Assim como a Record, que passou a produzir suas novelas no Rio de Janeiro, a Band pretende ampliar suas produções na capital fluminense. A ideia da direção da emissora é que parte do conteúdo de entretenimento do canal do Morumbi seja produzida para a rede a partir do Rio.

Até hoje, a Band nunca gerou para todo o país um programa diário produzido nos estúdios do Rio. Porém, para começar a produzir em sua filial, o principal estúdio da emissora na cidade maravilhosa precisará ser reformado e ampliado para receber um programa de auditório. Em entrevista à coluna Outro Canal, o vice-presidente da emissora, Marcelo Meira, revelou a intenção de transferir o programa “Márcia”. “Se tivéssemos essa estrutura pronta hoje, eu levaria para o Rio o programa da Márcia”.

http://1.bp.blogspot.com/_LublLH5sRZE/S6qArlgmrRI/AAAAAAAAAIA/wJZOcEpau4Q/s1600/marcia.jpg

A previsão é de que o investimento na filial carioca chegue a R$ 8 milhões. Atualmente, a Band Rio tem sua estrutura voltada apenas para a programação local, formada por programas jornalísticos e esportivos. O objetivo da mudança é aproximar a programação da emissora do principal mercado de entretenimento televisivo do país. “A intenção dessa estratégia é ficar mais próximo do mercado de entretenimento no Rio tanto pela cidade ter mão de obra, com autores, atores e diretores, quanto por ser um gerador de cultura”, diz Meira.

Fonte: Na Telinha

Veja também

VÍDEO YOUTUBE: Urgente: WILLIAM Bonner se DEMITE da Globo + Juliette pisada e TRAÍDA + Morte brutal em PANTANAL

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários