TV Foco

“BBB17”: Fãs querem volta de Marcos e Emilly e lançam campanha #VoltaMally

Os participantes Marcos e Emilly no “BBB17” formavam um casal (Foto: Divulgação)

Os admiradores de Emilly e Marcos não gostaram do desfecho da história romântica deles. Expulso do programa, o médico assistiu algumas edições do “BBB17” e não gostou do que viu, torcendo assim para Vivian levar a grande bolada, o que não aconteceu.

+ Cabo Daciolo tem profecia assombrosa que se realiza sobre Flordelis e Michel Temer: “Morte, satanismo e pecados”

+ Flordelis é pega de surpresa e acaba sendo desmentida por médica que atendeu Pastor no dia do assassinato

+ Gusttavo Lima ganha surpresa absurda de 30 anos de Andressa Suita que anuncia gravidez: “Pra completar a família”

Sem saber de nada, a gaúcha foi surpreendida quando foi anunciada como campeã e não recebeu o comprimento do então namorado. “Fantasiei um Marcos que não existiu. Eu me apaixonei de verdade por ele dentro da casa, mas ele não. Ele não veio me cumprimentar na final”, afirmou a gaúcha, em entrevista ao portal Uol.

Apesar disso, os fãs querem a volta do casar, o que motivou uma campanha no Twitter pela volta dos dois sob a hashtag #VoltaMally. A nova milionária contou que chegou a imaginar um relacionamento com o médico fora do confinamento, mas esse não vai ser seu foco imediato.

“Agora só penso em dar uma vida melhor para a minha família e soltar as cinzas da minha mãe. O coração penso depois”, afirmou.

Saiba tudo o que vai acontecer sobre a nova novelas das 9 da Globo, Amor de Mãe

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.