Emissoras Política TV Brasil

Bolsonaro acaba com canal de televisão e reformula a TV Brasil para exibir propaganda do governo

O presidente Jair Bolsonaro agora é o chefe máximo da TV Brasil (Foto: Reprodução)
O presidente Jair Bolsonaro decide mudar a TV Brasil (Foto: Reprodução)

O governo federal já tem um esboço da programação da nova TV Brasil. A emissora que já chegou a ter o seu fim anunciado, agora vai ter um novo destino sob o comando do presidente Jair Bolsonaro.

+ Penúltimo capítulo de Espelho da Vida bomba e consegue feito inédito

Segundo informações da coluna Radar, do site Veja, a nova programação do canal exibirá uma série que vai mostrar as obras de infraestrutura realizadas pelo Exército. Além disso, serão transmitidos especiais, em parceria com a Marinha, mostrando os faróis e os fortes país afora.

No entanto, a NBR, outra TV estatal do governo vai deixar de existir ainda de acordo com a publicação. Ela é responsável pela transmissão eventos do presidente e faz campanhas de utilidade pública, como Dengue e Previdência.

+ Globo radicaliza nas manhãs, acaba com o Bem Estar e toma decisão sobre Fátima e Ana Maria Braga

É válido dizer que parte dos quase 1.000 funcionários pode ficar ociosa, já que boa parcela dos programas é terceirizada.

No ano passado, a notícia da possível extinção da TV Brasil abalou bastante os bastidores da emissora. Segundo informações do jornal O Globo, uma servidora, que pediu anonimato, relevou que funcionários chegaram a chorar durante o expediente na redação após ouvirem os planos de Bolsonaro. Associações e sindicados de servidores ainda tentam contato com interlocutores da gestão do presidente eleito.

“É preciso derrubar mitos de que a EBC é uma empresa petista, que dá prejuízo. Já houve, sim, muitos indicados na época do PT. Hoje, somos pouco mais de dois mil empregados com cerca de 150 cargos ocupados por comissionados”, declarou Edvaldo Cuaio, representante dos empregados no Conselho de Administração da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), que gerencia a TV Brasil.

GOVERNO BOLSONARO CANCELA PROGRAMA HISTÓRICO DA TV BRASIL

Depois de 34 anos de exibição, o programa Sem Censura, que fez parte da grade de programação da TV Brasil, foi cancelado pela diretoria da casa.

Segundo o Jornal O Globo, a transferência de alguns servidores concursados para o ministério da Econômia, inviabilizou a continuidade do projeto. Desde semana passada mais de 150 funcionários foram transferidos para outros setores. Esses mesmos servidores prestaram serviços para EBC (Empresa Brasil de Comunicação), e ingressaram na empresa através da antiga TVE e Fundação Roquette Pinto. Anteriormente, essas empresas pertenciam ao ministério do Planejamento, que foi incorporado ao Ministério da Economia.

Em 2017, Leda Nagle (que é mãe de Duda Nagle, sogra de Sabrina Sato e avó de Zoe) foi desligada da EBC em um processo bem conturbado. Leda alegou que não teve espaço para negociações, enquanto os executivos da empresa afirmaram que a não renovação do contrato se deu a severa restrições orçamentárias pela qual passava a EBC na época. Leda Nagle foi substituida por Vera Barroso, que comandou o programa até semana passada. Vera também foi remanejada para o novo ministério.

Durante sua campanha, Bolsonaro alegou que acabaria com a EBC, que foi criada no governo Lula. Atualmente, a empresa está na pasta da Secretaria do Governo comandado por Carlos Alberto Santos Cruz. Carlos Alberto chegou a fazer uma visita surpresa semana passada e disse que a viabilidade da EBC está sendo reavaliada.

Convidados no programa (Foto: Reprodução)

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.