Globo

Globo

Bolsonaro chuta a Globo e ajuda Record e SBT a assumir a liderança no Brasil

Bolsonaro no meio da guerra entre a Globo, Record e SBT (Foto: Montagem/TV FOCO)
Bolsonaro no meio da guerra entre a Globo, Record e SBT (Foto: Montagem/TV FOCO)
Bolsonaro no meio da guerra entre a Globo, Record e SBT (Foto: Montagem/TV FOCO)
Bolsonaro no meio da guerra entre a Globo, Record e SBT (Foto: Montagem/TV FOCO)

Diante de todas as diferenças entre a Globo e o presidente Jair Bolsonaro, a Record e o SBT estão conseguindo “comer pelas beiradas” e chegar onde sempre quiseram: no topo. Apesar de permanecerem distante do plim plim na audiência, elas estão em alta com o atual governo, após a campanha implícita que fizeram nas eleições.

Filho de Jair B. expõe Luciano Huck com foto polêmica dos filhos de Angélica

O proprietário da Record, Edir Macedo, influenciou milhares de fiéis da Igreja Universal a definirem seus votos de acordo com o dele, enquanto Silvio Santos, depois das eleições, se aproximou ainda mais de Jair, chegando a recebê-lo em sua casa para um churrasco de aniversário, no último mês de dezembro.

Tanto Silvio quanto Edir contam com nomes da família na política, e isso também tem sido um fator positivo para ambas as emissoras, que atualmente estão em segundo e terceiro lugar na audiência. Já a Globo, ainda que não promova grandes ataques contra o presidente desde as eleições, continua sendo sua grande opositora.

Como benefício, a Record e o SBT recebem informações em primeira mão do atual poder executivo, além de entrevistas exclusivas, furando o jornalismo Globo como podem e sempre que podem. Se antes a Globo era a número 1 no Palácio do Planalto, hoje seus jornalistas não contam com o mesmo prestígio. Isso pode ser prejudicial.

Veja também

WILLIAM BONNER PRESTA CONTINÊNCIA

William Bonner esteve em Brasília ao vivo na última terça (1º), e lá, ele cobriu a posse do novo presidente Jair Bolsonaro, eleito em outubro com mais de 55% dos votos.

Bonner militar? Josnalista se despediu assim.

No fim de sua conversa com Renata Vasconcellos, o âncora do JN se despediu e fez um movimento que parecia ser uma continência, muito comum no meio militar.

No Twitter, quem percebeu o gesto comentou. “E aquela continência no final, o que foi isso? Hahahahaha” perguntou um. “Impressão minha ou o Bonner bateu continência???” questionou outro.

“Salvando o jornalismo, que hoje só chorou na internet” ironizou mais um. Assista:

DESABAFO

A Globo levou ao ar na noite da última segunda-feira (31) a última edição do Jornal Nacional em 2018. Para terminar o ano com chave de ouro, o apresentador William Bonner aproveitou para quebrar o protocolo e fazer uma espécie de desabafo ao vivo na emissora carioca, onde Bolsonaro nunca foi visto com bons olhos.

Essa conversa direta com o púbico veio antes de ser veiculada a última reportagem do dia no jornalístico, que falava do poder do abraço. Bonner sugeriu o gesto carinhoso como uma das melhores maneiras de começar o ano novo depois de um 2018 repleto de desavenças e intrigas políticas.

William Bonner no comando do Jornal Nacional (Foto: Reprodução/Globo)
William Bonner no comando do Jornal Nacional (Foto: Reprodução/Globo)

“Olha, 2018 não foi fácil para ninguém, né? No Brasil, foi ano em que todo mundo parecia ter certeza de tudo. E qualquer tentativa de diálogo entre pessoas de opiniões diferentes acabava contaminada por essas certezas”, iniciou o desafeto de Jair Bolsonaro.

“Teve até quem saísse das redes sociais, teve quem rompesse com amizades antigas, teve quem deixasse de falar com um parente“, prosseguiu ele, que se casou com a fisioterapeuta Natasha Dantas nesse ano. Quer saber mais? Acompanhe Lucas Medeiros no Instagram clicando aqui!

VÍDEO YOUTUBE: Ana Maria se revolta ao saber que será trocada na Globo

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários