Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro

Bolsonaro perde o direito de ficar nos Estados Unidos e pode ser deportado do país

Bolsonaro
Bolsonaro (Reprodução)

+Luan Santana cheira calcinha no meio de show, começa a passar mal e é obrigado a convocar médicos

+Irmão de Anitta expulsa rapaz de camarim, gera revolta e motivo é confirmado: “Isso é um absurdo” 

No passaporte com visto de Chefe de Estado, algo que Bolsonaro já não é mais, ex-Presidente do Brasil pode ser deportado dos Estados Unidos

A vida de Bolsonaro está se complicando nos Estados Unidos. Em meio as atrocidades ocorridas por terroristas apoiadores do ex-Presidente da República no último domingo (8), o político pode ser deportado do país americano.

Isso porque Jair Bolsonaro viajou ainda como Presidente do Brasil, dois dias antes do Lula tomar posse da república, e para entrar nos Estados Unidos, ele usou em seu passaporte o título de Chefe de Estado, que concedia essa permissão a ele.

Para continuar residindo no país que tem como Presidente, Joe Biden, Bolsonaro terá que procurar o governo do local para adquirir um novo visto, senão, será deportado do país de volta ao Brasil.

Veja também

Bolsonaro e Michelle Bolsonaro   - Foto Reprodução
Bolsonaro e Michelle Bolsonaro   – Foto Reprodução

Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos disse que não poderia falar especificamente de Bolsonaro, já que as informações de cada atendimento são sigilosas, mas, confirmou que se uma pessoa reside no país sem o visto adequado, terá 30 dias para estar regular com a lei:

“De forma geral, se alguém entra nos EUA com um visto A, que é essencialmente um visto diplomático para diplomatas estrangeiros ou chefes de Estado, se um portador de um visto A não está mais envolvido em assuntos oficiais relacionados aos seus governos, cabe ao portador do visto sair dos EUA ou pedir uma mudança de outro tipo de autorização migratória em até 30 dias”.

DEPORTADO

Parlamentares Democráticos dos Estados Unidos estão incomodados com a presença de Bolsonaro no país já que ele representa a extrema-direita Brasileira apoiadora do ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que perdeu a sua reeleição em 2020 e também causou uma série de ataques ao patrimônio americano.

Raul Grijalva, democrata americano, disse a Folha de São Paulo que a maioria da direção do partido apoia a ideia de expulsar Bolsonaro do país para que seja feita a investigação e julgamento pela participação a ataques antidemocráticos no Brasil.

🚨 Substitutos de Ana Maria batem boca + Ator diz que foi humilhado pela Globo + Adeus Rodriguinho?

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA