BOMBA

“Um baque histórico”: O fim de produções de rival da Chevrolet no Brasil cravado por Bonner no JN às pressas

08/06/2024 às 19h15

Por: Larissa Caixeta
Imagem PreCarregada
Bonner anuncia o fim de produções de rival da Chevrolet no Brasil (Foto: Reprodução/ Internet)

Bonner crava no Jornal Nacional o fim das produções de uma montadora rival da Chevrolet no Brasil

Quando o assunto são carros, logo nos lembramos das fábricas de veículos mais famosas, como BMW, Fiat, Volkswagen, no entanto, nosso foco hoje será em uma das maiores rivais da Chevrolet no Brasil. Isso porque, William Bonner, cravou ao vivo no Jornal Nacional, o seu fim no país, deixando os brasileiros em choque.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Na edição do Jornal Nacional que ocorreu no dia 11/01/2021, o âncora do noticiário, William Bonner anunciou o fim das produções de uma montadora muito famosa no Brasil. Grande rival da Chevrolet e gigante o suficiente para balançar o mercado automobilístico, estamos falando sobre o encerramento das atividades da Ford no país.

“A indústria automobilística brasileira sofreu, hoje, um baque histórico”, começou Bonner, que em seguida cravou a notícia: “a montadora Ford anunciou o fim da produção de veículos no país”. Em seguida, a reportagem traz a história da fábrica, que foi a primeira indústria do ramo a chegar no Brasil, em 1919, que se transformou em uma das 4 maiores no território.

William Bonner
William Bonner, apresentador do Jornal Nacional (Foto: Reprodução / TV Globo)

Campeã de vendas no Brasil, no entanto, a Ford vinha fechando diversas unidades no país. Com o terror da pandemia de Covid-19, o problema só piorou, ampliando “a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Vale destacar que, devido à crise de 2013, a Ford em toda a América do Sul, operava com a ajuda da matriz, devido ao acumulo de perdas, no entanto, chegou a um ponto insustentável. A redução de vendas e a alta desvalorização das moedas nos países sul-americanos, fez com que os custos industriais subissem disparadamente, ficando muito difícil continuar.

Veja também

A Ford encerrou suas produções e teve fim decretado no Brasil (Foto Reprodução/Internet)

O encerramento da Ford, gerou cerca de 5 mil demissões, no entanto, conforme a fonte, a empresa aformou que faria negociações viáveis, para que os funcionários não sofressem significativamente com o fim da montadora no país. Vale destacar que a companhia permaneceu com a sede administrativa no Brasil.

É importante frisar que esse encerramento de produções da Ford no Brasil, não se tratou de forma alguma de uma falência, mas sim de uma decisão global e estratégica da montadora, que não produz mais no país desde 2021. Ainda, segundo o portal ‘olhar digital’, o vice-presidente da Ford na América do Sul, Rogelio Golfarb, não descarta um possível retorno.

Ford fecha portas no Brasil - (Foto: Reprodução / Internet)
Ford fecha portas no Brasil – (Foto: Reprodução / Internet)

Qual a maior montadora automotiva do mundo?

Segundo o ‘Motor 1’, as marcas Toyota e Lexus, foram responsáveis pela maior parte das vendas de carros em 2023, com 8.634.425 carros, um aumento de 4,3% em relação a 2022, estabelecendo mais um recorde. Assim, sendo as maiores em números de vendas atualmente.

🚨 Ex de Nahim em gu3rra com filha do cantor + Faustão e Fernanda Montenegro esnobam a Globo + Fraude de Matteus 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

jn

Prazer, eu sou a Larissa Caixeta e se tem uma coisa que eu amo é escrever sobre os bastidores da TV, e tudo o que acontece pelo mundo. Integro a equipe do TV Foco desde 2023 e falo sobre os mais diversos assuntos por aqui, como famosos, carros, futebol, entre outras curiosidades. Estou sempre antenada aos os últimos acontecimentos e atuo com muito entusiasmo no meu trabalho.

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.