Celebridades CNN Brasil Record Reinaldo Gottino

Briga entre Record e dono da CNN por Reinaldo Gottino passa dos limites e denúncia chocante vem à tona

Reinaldo Gottino, ex-Record, é o novo contratado da CNN Brasil (Foto: Divulgação)
Reinaldo Gottino, ex-Record, é o novo contratado da CNN Brasil (Foto: Divulgação)

O dono da CNN Brasil e da MRV Construtora rebateu reportagens da Record e disse se tratar de represálias pela contratação de Reinaldo Gottino

O clima entre a Record TV e a CNN Brasil, emissora ainda em fase de produção e na iminência de estrear, azedou de vez após a versão brasileira do canal norte-americano contratar o apresentador Reinaldo Gottino, considerado uma das principais estrelas do elenco da empresa do bispo Edir Macedo.

Acontece que a Record foi pega de surpresa com a decisão de Reinaldo Gottino em assinar contrato com a CNN Brasil. A decisão, aliás, foi vista como uma traição do ex-todo poderoso do jornalismo do canal do bispo Macedo, Douglas Tavolaro, que deixou a Record para comandar a CNN.

Incomodado com a furada no olho e a ida de Reinaldo Gottino para a CNN Brasil, a Record mostrou que não deixaria isso barato e fez pelo menos duas grandes matérias veiculadas em seu principal telejornal, sobre negócios envolvendo o sócio-majoritário da CNN Rubens Menin.

Antes de topar investir na CNN Brasil, Rubens Menin já era um empresário de sucesso, dono da construtora MRV Engenharia, que passou a ser alvo de ataques da Record. Agora, por meio de nota, o empresário acusou a emissora do bispo Edir Macedo de represálias pela contratação de Reinaldo Gottino pelo canal novato.

“Sobre os questionamentos para esta e outras ‘reportagens’, a MRV esclarece ao telespectador da Record que são uma represália de baixo nível da direção da emissora à contratação do apresentador Reinaldo Gottino pela CNN Brasil. Trata-se de um atentado contra a marca do Jornalismo da Record e um desrespeito a seus profissionais.
Solicitamos a veiculação da resposta acima na íntegra, conforme previsto na lei federal Nº 13.188, de 11 de novembro de 2015″, disse a nota do empresário, dono da MRV.

View this post on Instagram

👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

A post shared by Reinaldo Gottino 🇧🇷 (@rgottino) on

Na última segunda-feira, 30, após a exibição de uma nova matéria em ataques ao dono da CNN Brasil, a apresentadora do Jornal da Record, Adriana Araújo, disse aos telespectadores que a construtura MRV foi procurada pela produção do telejornal, mas “não se manifestou sobre o conteúdo da reportagem”.

Reinaldo Gottino não foi a primeira grande contratação da CNN Brasil. Muito pelo contrário, bem antes do canal novato partir para cima de personalidades do jornalismo da Record, quem sofreu uma verdadeira devessa em seu time de comunicação foi a Globo.

Em poucas semanas, pelo menos três grandes nomes do jornalismo da Globo trocam o plim plim pela CNN Brasil: Monalisa Perrone, Phelipe Siani e Mari Palma. Outros ex-globais que também já assinaram contrato com o canal estreante foram William Waack demitido da Globo após ser acusado de racismo, e Evaristo Costa, que não renovou seu contrato e deixou a bancada do Jornal Hoje em 2017.

TV Foco no Youtube

Amor de Mãe

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO

site statistics