Celebridades

Caio CastroCelebridades

Caio Castro, Rômulo Neto e outros famosos são traídos por si mesmos e fotos pelados são expostas

O ator de A Dona do Pedaço da Globo, Caio Castro está envolvido com Grazi Massafera (Foto: Reprodução/ Globoesporte)
O ator de A Dona do Pedaço da Globo, Caio Castro (Foto: Reprodução/ Globoesporte)
Rômulo Arantes Neto e Marcello Melo Jr. (Foto: Reprodução/Montagem TV Foco)
Rômulo Arantes Neto e Marcello Melo Jr. tiveram registros ousados divulgados (Foto: Reprodução/Montagem TV Foco)

Famosos como Rômulo Arantes Neto, Caio Castro. e Caio Paduan foram vítimas de suas próprias atitudes e tiveram registros íntimos vazados

Ser famoso tem suas inúmeras vantagens e desvantagens, como por exemplo a falta de privacidade, que é uma das maiores reclamações das celebridades desde que o mundo é mundo. O problema é quando essa invasão no íntimo das pessoas acaba espalhando imagens de momentos delicados nas redes sociais, e personalidades como Caio Castro, Marcello Melo Jr., e Rômulo Arantes Neto acabaram sendo obrigados a enfrentar.

Rômulo Arantes Neto acabou se tornando vítima de uma gravação de uma conversa que teve através da webcam com uma pessoa. Nos registros, o ator acabou mostrando mais do que deveria e seu órgão genital acabou se tornando o protagonista do vídeo, que ainda não deixou de circular em sites pornô. “Me senti exposto, burro, ingênuo. Não sabia que alguém pudesse estar gravando e muito menos ser tão maldoso”, disse o bonitão à revista Quem.

O ator conseguiu ser indenizado pelo Google em R$ 10 mil pela veiculação das imagens na ferramenta de buscas, após perder em primeira instância ao exigir R$ 250 mil. Segundo o jornal O Globo, a empresa foi punida por não excluir o vídeo quando solicitado pelo artista. “Teve um momento da minha vida que queria acalmar meu ímpeto sexual, mas não queria me desgastar, não queria trocar energia. Não queria mais sair com quem não tenho intimidade e decidir explorar meu corpo sozinho”, declarou.

Rômulo Arantes Neto em vídeo íntimo (Foto: Reprodução)
Rômulo Arantes Neto em vídeo íntimo (Foto: Reprodução)

Marcello Melo Jr., por sua vez, foi mandar uma foto íntima para um amigo e acabou se confundindo e compartilhando o clique em modo público, fazendo com que milhares de pessoas acabassem vendo seu órgão íntimo, através do Snapchat. “Fiz uma brincadeira com um amigo meu e acabei postando nudes na rede social”, afirmou o ator. “Quem printou, apaga. Quem não gostou, desculpa, não foi intencional. Quem printou, não precisa repostar, me marcar, guarda pra você”, disse o ator na ocasião.

Outro ator, como Rômulo Arantes Neto e Caio Castro, que acabou sendo traído pela internet, foi Caio Paduan, que foi alvo de um golpe de criminosos. De acordo com o jornal O Globo, os bandidos usaram imagens de uma mulher em um vídeo já gravado quando entraram em contato com o ator e o persuadiram a mostrar suas partes íntimas para a câmera. O vídeo foi vazado e circula até hoje em sites adultos.

Veja também

Marcello Melo Jr. e Caio Paduan (Foto: Reprodução)
Marcello Melo Jr. e Caio Paduan em seus registros vazados (Foto: Reprodução)

Caio Castro revelou ao canal de Antônia Fontenelle no YouTube que uma foto nu tirada em 2013 acabou se espalhando pela internet. Segundo ele, o registro foi tirado em uma viagem com amigos. “Aí eu falei: ‘Pô, vou tomar banho’. E tava todo mundo no celular e a gente tinha um grupo, né? Pra falar onde é que tava e tudo mais”, explicou, sem saber como o clique foi espalhado

Entre outros casos além do ator Caio Castro e Rômulo Arantes Neto, também existem vazamentos de Luciana Gimenez, Isis Valverde, Kadu Moliterno, Juliano Cazarré e Stênio Garcia.

Caio Castro
Caio Castro mandou foto nu em grupo do WhatsApp (Foto: Reprodução)

VÍDEO YOUTUBE: Leonardo é menosprezado pelo próprio filho João Guilherme 

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários