O QUE ESTÁ ACONTECENDO?!

Fechamento em massa em 2024: Caixa confirma adeus à 128 unidades e comunicado chega em junho: “Encerramento”

28/06/2024 às 10h59

Por: Lennita Lee
Imagem PreCarregada
Caixa Econômica Federal anuncia o fechamento de mais de 100 agências (Foto Reprodução/Montagem/Lennita/Tv Foco)

A Caixa Econômica Federal anuncia fechamento em massa de mais de 100 agências e clientes precisam entender o que está acontecendo

E a Caixa Econômica Federal anunciou o encerramento de 128 agências de atendimento presencial em uma reunião realizada com a Contraf-Cut.

Em meio a ela, a direção da Caixa confirmou a informação após boatos assustarem e causarem uma certa insegurança entre seus funcionários.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Afinal de contas um fechamento em massa quase sempre acaba em demissões em massa e transtornos aos clientes habituados a procurar tais agências.

Fora isso, conforme vazado pelo Sindicato dos Bancários, toda essa situação gerou uma série de questionamentos do tema em meio a Campanha Nacional dos Bancários 2024.

Continua após o Veja Também

Veja também

Atendendo a pedidos …

Essa reunião, que foi realizada no dia 25 de junho, trouxe parte das respostas que os empregados da rede almejavam, além de terem sido atendidas parte das reivindicações dos representantes dos empregados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma das maiores preocupações quanto aos fechamentos envolvia uma suposta perda de função, ou remuneração, porém isso foi completamente descartado.

Dado que o porte das agências digitais será 3, e as agências fechadas 3, 4 e 5.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quanto às transferências, para aqueles que não forem para as digitais, ficarão em agência próxima à que for fechada para que não haja maiores deslocamentos.

Quanto às funções de caixa, tesoureiro, avaliador de penhor e gerente PJ, não haverá postos nas unidades digitais, sendo também remanejados para agências próximas às fechadas.

Ainda de acordo com o sindicato, uma outra reivindicação é que os empregados pudessem escolher permanecer em atendimento presencial, caso não se adaptem ao atendimento digital, e essa possibilidade também será atendida.

Ainda não se sabe onde serão instaladas as agências digitais e qual o formato exato do trabalho nestas unidades.

Manifestações

A diretora a Apcef/SP, Vivian Sá afirmou que a preocupação havia sido levantada pois as agências digitais já existentes estão passando por processos de tentativa e erro quanto à estrutura e formato de medição de trabalho.

Fora isso ela ainda destacou que existem agências em locais insalubres e há reclamações quanto à métrica de mensuração e essa cobrança por parte deles é devido ao risco da situação se agravar ainda mais.

O coordenador da mesa de negociação, Rafael de Castro, ressaltou a importância de a Caixa se manter presente na sociedade, visto que não é um simples banco.

Disse ainda que o fechamento de unidades físicas não ajuda neste processo, mas que é muito importante a Caixa investir em tecnologia e adequar o atendimento digital.

Os representantes dos empregados solicitaram que o debate em torno do tema seja retomado em mesa de condições de trabalho, para que os desdobramentos sejam tratados com a participação dos sindicatos.

Também haverá equipes multidisciplinares para atender os empregados da Caixa.

O representante da Fenae na mesa, Sérgio Takemoto, ressaltou que o banco precisa ser proativo, e não apenas receptivo, “pois todo fechamento de unidade é bastante traumático”:

“Não vemos o processo do encerramento das atividades de 128 agências de atendimento presencial como positivo, independente do número de habitantes de cada cidade, do número de contas de cada um delas, ou da estratégia de não atendimento que o sistema bancário vem adotando”

Ainda de acordo com Sérgio, a CAIXA como um todo faz falta na sociedade e há possibilidade de mais 128 locais no país virarem opção para que as agências pudessem reabrir e ser referência para a população.

Fora isso, Vivian Sá garantiu que o contato com a financeira é permanente para que os trabalhadores passem ilesos de qualquer consequência negativa.

“Estamos em contato permanente com a empresa para defender que os trabalhadores não sejam afetados negativamente, nem quanto à renda, deslocamento, seu desenvolvimento na carreira, ou qualquer situação que surja neste processo.”

Quantos anos tem a Caixa Econômica Federal e qual a sua importância?

De acordo com o Brasil Escola, a Caixa Econômica Federal foi criada em 12 de janeiro de 1861 e é considerada o maior banco público da América Latina.

A instituição foi criada pelo Decreto n° 2.723, assinado por D.Pedro II, no qual dava origem à Caixa Econômica e Monte de Socorro.

A CAIXA fomenta a inclusão e o desenvolvimento sustentável, transformando a vida das pessoas através de taxas acessíveis e programas de incentivo ao empreendedorismo e a conquista da casa própria.

Fora isso é através dela que programas sociais bem como alguns direitos trabalhistas são repassados.

🚨 Tati Machado titular do Encontro + Estrelas intocáveis da Globo + Datena fora da Band: "Não tem dinheiro"    

agência
Caixa Econômica
Lennita Lee

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida.Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever.Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras.Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ...Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.

Botão de fechar
Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.