Celebridades

Cantor famoso, ícone da música, pega a todos de surpresa e revela perda de memória com Alzheimer; saiba quem

Tony Bennett está sofrendo com a perda de memória (Foto: Reprodução)
Tony Bennett está sofrendo com o mal de Alzheimer (Foto: Reprodução)

Cantor atualmente está com 94 anos de idade

Tony Bennett, considerado ícone da música norte-americana, em seu perfil no Twitter, acabou revelando estar sofrendo com Mal de Alzheimer desde 2016. Atualmente ele está com 94 anos de idade. A doença foi exposta pela primeira vez pela família e colaboradores artísticos de Tony Bennett em um artigo da AARP (ONG norte-americana que trabalha em questões que afetam a população idosa).

+Público do BBB21 detona Tiago Leifert após apresentador passar informação a participante: “Perdeu os limites”

“A vida é um presente — mesmo com Alzheimer. Obrigado a Susan [Crow, esposa do cantor] e à minha família pelo apoio, e à AARP por contar a minha história”, escreveu Tony Bennett em seu perfil no Twitter.

+Faustão pisa nos estúdios da Globo, após emissora definir substituto avassalador e demissão ser enfim confirmada

O artigo da AARP relata como a doença de Tony Bennett progrediu nos últimos anos, e como “os seus momentos de clareza se tornaram cada vez mais raros”. De acordo com a ONG, o cantor não sofreu sintomas mais graves do Alzheimer, como terrores noturnos e episódios de depressão, mas, sua memória está debilitada e ele não interage muito com o mundo ao seu redor.

TONY SEGUE ATIVO NA MÚSICA

Porém, ainda assim, o cantor segue ativo em sua carreira, gravando novas canções em estúdio, que serve, inclusive, como uma espécie de terapia, e ele está se preparando para o laçamento do seu segundo álbum de duelos com Lady Gaga, continuação de “Cheek to Cheek”, de 2014, que venceu um Grammy.

+BBB21 tem Sarah humilhando Juliette, Lucas dando “facada” pelas costas em Carla Diaz e Fiuk virando Judas: “Nojento”

O artigo ainda descreve como Tony Bennett “se ilumina” quando está gravando, embora não esteja mais tão envolvido na produção e nos arranjos das canções. Mesmo quando está preparando um novo disco, ele ensaia cerca de 90 minutos, duas vezes por semana, com o pianista Lee Musiker.

“A neurociência não consegue explicar como um homem cuja voz se tornou tão hesitante ao falar — e cuja memória de eventos, pessoas e lugares está largamente perdida — consegue, ao ouvir poucas notas de música, cantar com tanta beleza e expressão. O que [o neurocientista e músico Dan] Levitin nos disse é que a música e o canto emergem de um lugar do cérebro que é totalmente distinto daqueles associados à fala e à linguagem”, conta o texto.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Bruno Silva

Bruno Silva é paraibano e atua na área como redator desde 2013, sempre trazendo notícias aos leitores com muita responsabilidade.