Celebridades Emissoras Globo TV Foco

Casal gay de jornalistas da Globo é humilhado em público e barraco em hotel acaba com polícia: “Na cama”

Erick Rianelli e Pedro Figueiro, jornalistas da Globo que foram vítimas de homofobia. Foto: Reprodução
Erick Rianelli e Pedro Figueiro, jornalistas da Globo que foram vítimas de homofobia. Foto: Reprodução

Jornalistas gay da Globo são vítimas de homofobia em famoso hotel da Bahía, fazem barraco e ameaçam chamar a polícia para o estabelecimento

Alerta barraco na área. Uma polêmica, daquelas, envolvendo dois repórteres da Globo quase terminou com polícia em um famoso hotel da Bahia. Tudo aconteceu pois os jornalistas Erick Rianelli e Pedro Figueiro optaram por se hospedar no recomendando e também renomado estabelecimento, localizado na Praia do Forte.

No entanto, os jornalistas da Globo não faziam ideia de que o passeio se tornaria em vexame e humilhação. A confusão começou quando Erick Rianelli e Pedro Figueiro solicitaram que uma cama de casal para dividirem, mas o hotel lhes ofereceram duas de solteiro. Os rapazes são casados e assumidamente homossexuais.

Ao chegarem no local, os jornalistas da Globo se depararam com duas camas de solteiro. Imediatamente, segundo os rapazes, o hotel foi comunicado do erro, mas teria se recusado a colocar a cama de casal para os rapazes. A troca só foi aceita e acatada pelo estabelecimento após o casal de famosos ameaçar chamar a polícia e fazer o caso ganhar repercussão nacional.

A revelação foi feita por ambos jornalistas da Globo através de suas contas no Twitter. Pedro Figueiredo chegou a marcar o hotel na sua publicação, acusando o local de praticar homofobia. “A homofobia de cada no dia aconteceu também no @IBEROSTAR  Praia do Forte. Reservamos um quarto de casal e nos deram um com duas camas de solteiro. Só aceitaram trocar nosso quarto depois que ameaçamos chamar a polícia”, escreveu o repórter. Nos comentários, vários internautas relataram que também foram vítimas do mesmo hotel em casos parecidos.

Mesmo sendo marcado nas publicações, o hotel ignorou e não deu resposta ou justificativa alguma às acusações. Na última semana, apenas postagens em inglês envolvendo a preservação da natureza foram publicadas na rede social do estabelecimento. Vale ressaltar que, desde o ano de 2019, homofobia é crime no Brasil, assim como o racismo.

Erick Rianelli e Pedro Figueiro, jornalistas da Globo que foram vítimas de homofobia. Foto: Reprodução
Erick Rianelli e Pedro Figueiro, repórteres da Globo que foram vítimas de homofobia. Foto: Reprodução

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Thainá Rambaldo

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, trabalho na área há cinco anos e tenho experiência em TV, rádio, agência de publicidade, redação, atendimento, assessoria de imprensa, planejamento de mídias digitais, apresentação, edição de vídeo e imagem.

No TV Foco escrevo sobre TV e Famosos, faço críticas e o balanço do dia das audiências prévias da televisão.