César Tralli

César Tralli abre jornal às pressas com marcha fúnebre e terror toma conta da Globo: “Luto eterno”

César Tralli
César Tralli se emocionou no comando do SP1 da Globo (Foto: Reprodução)

O âncora iniciou o telejornal da Globo de um jeito aterrorizante

A abertura do SP1 desta quinta-feira (25) pegou muitos telespectadores de surpresa, isso porque, ao invés do início tradicional com César Tralli no estúdio, o âncora deu lugar a imagens de uma missa, realizada na catedral da Sé, região central de São Paulo.

A cerimônia foi feita em homenagem a um ano da primeira morte causada pela Covid-19. Com as imagens da missa e com uma marcha fúnebre ao fundo, Tralli deu mais detalhes do início dramático do telejornal.

“Um ano depois da primeira morte provocada pelo novo Coronavírus o brasil faz a conta sombria e o resultado doloroso é o de 300mil vidas perdidas por Covid-19.”, relatou o apresentador.

“Catedral da Sé que você vê aí ao vivo, faz uma homenagem as vítimas né? Que só aqui no estado de São Paulo são quase 70 mil. Os sinos em toque fúnebre e na cripta o cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, celebra uma oração, a soprano Regiane Martinez com o maestro Delfim Resende Porto, abrem essa cerimônia em respeito aos mortos dessa doença terrível.”, explicou o jornalista.

César Tralli
César Tralli iniciou o SP1 com imagens de uma missa na catedral da Sé (Foto: Reprodução)

DESABAFO DE TRALLI

Já de volta ao estúdio, César Tralli fez questão de expressar seu luto em respeito as vítimas do Coronavírus: “Uma boa tarde, antes de mais nada nossos profundos sentimentos de pesar a todas as famílias que já perderam alguém vítima de Covid-19 e agora vamos aqui com a prestação de serviços de sempre aqui do SP1, além da cobertura completa sobre a pandemia”, disse o jornalista.

Já nos momentos finais do jornal exclusivo de São Paulo, o âncora se emocionou ao ler algumas mensagens dos internautas através do Twitter.

“Mais de 300 mil mortos, onde vamos parar? Luto eterno para essas famílias que foram afetadas na pandemia”, escreveu um. “Fiquei arrepiado com abertura do SP1, um nó na garganta. Torço para superarmos isso”, dizia um segundo.

ENCERRAMENTO CRUEL

Na última terça-feira (23), o âncora já tinha demonstrado toda sua tristeza com o momento do país. Na ocasião, o estado de São Paulo bateu um recorde de mil mortes em 24h e o marido de Ticiane Pinheiro deixou o estúdio em completo luto.

“São mais de 68 mil vidas perdidas já. Boa tarde pra você, fica em paz, te espero amanhã, e saia de casa se você realmente precisar”, finalizou César Tralli no SP1, colocando sua máscara em silêncio e caminhando para fora dos estúdios.

César Tralli deixando o SP1 em silêncio (Foto: Reprodução/Globo)
César Tralli deixando o SP1 em silêncio (Foto: Reprodução/Globo)

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Erick Martins