Globo

Globo

Chefão da Globo escancara debandada do canal e confirma novas demissões de veteranos: “É muito difícil”

Renata Sorrah, Tony Ramos e Lima Duarte fazem parte dos remanescentes da Globo
Renata Sorrah, Tony Ramos e Lima Duarte fazem parte dos remanescentes da Globo -Foto: Montagem-TV Foco

Apesar da reformulação forçada pelo corte de gastos, a emissora manteve veteranos sob contrato

Desde 2019 adotando uma completa reformulação em seu modelo de negócios, a Globo foi obrigada a tomar algumas medidas impopulares e a principal delas foi o fim do contrato fixo de alguns atores e atrizes, que culminou em demissões de veteranos do canal como Antônio Fagundes, Angélica e Renato Aragão.

Em entrevista a Guilherme Ravache, do Notícias da TV, Erick Brêtas, chefão do setor digital da Globo e do GloboPlay, falou sobre demissões das estrelas e confirmou que a nova onda de cortes, apesar de não ser fácil, é necessária.

Estou há 25 anos na Globo. Como executivo, há 16 anos. Vejo hoje uma Globo muito mais disciplinada no controle dos gastos e nas decisões de investimentos. E isso é bom. Sei que pode ter um lado difícil. Quando precisamos demitir colegas e companheiros é muito difícil, ninguém gosta de demissão. É difícil para os gestores, e ninguém comemora uma coisa dessas“, iniciou o contratado do canal.

Cabe ressaltar que apesar das demissões de atores consagrados, a empresa da família Marinho se desdobrou para manter outros veteranos importantes para o canal como Tony Ramos, Fernanda Montenegro, Lima Duarte e Renata Sorrah, ainda que eles não estejam no ar.

Erick Brêtas é diretor de produtos e serviços digitais da Globo
Erick Brêtas é diretor de produtos e serviços digitais da Globo – Foto: Divulgação

Às vezes, o enxugamento é necessário para trazer eficiência para as operações, é importante. Uma empresa como a Globo, com diferentes unidades de negócio em diferentes estágios de maturidade, precisa ter partes do negócio que que geram valor por meio da geração de margem e novos negócios, como o Globoplay, que geram valor por criação de propriedades“, pontuou Brêtas, indicando que a principal aposta para o futuro da Globo é o seu serviço de streaming.

Veja também

EXECUTIVO TAMBÉM FALOU SOBRE A DEBANDADA DE COMPETIÇÕES ESPORTIVAS

Ao NTV, Erick também falou sobre a perda dos direitos esportivos que a emissora teve nos últimos anos. Segundo ele, a Globo não fará mais loucuras por conta do esporte e que irá selecionar as atrações mais rentáveis para a empresa.

“A Globo não está mais disposta a pagar qualquer preço por direitos esportivos. Primeiro porque os preços dos direitos esportivos estão muito mais caros do que estavam. Se olhar os preços hoje e há cinco anos, se vê uma clara escalada de preços. E isso não é sustentável”, afirmou o chefão, que seguiu.

A Globo não perdeu os campeonatos estaduais porque não tem dinheiro. É uma escolha. Para a Globo priorizar alguns direitos, precisa abrir mão de outros“, concluiu Erick Brêtas.

VÍDEO YOUTUBE: Juliette RESPONDE Samantha Schmütz após ser humilhada: "SOU SIM"

Assuntos

Globo

Quem escreve

Erick Martins

Recém formado em jornalismo, costumo escrever sobre programação de TV, esportes, bastidores e tudo que engloba o mundo dos famosos de maneira leve e direta.

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários