Celebridades

Christiane Torloni recebe punição, desgraça nos bastidores de novela incendeia e morte se torna solução: “Sem alma”

Christiane Torloni é uma das maiores atrizes da televisão brasileira (Foto: Reprodução/TV Globo)
Christiane Torloni é uma das maiores atrizes da televisão brasileira (Foto: Reprodução/TV Globo)

Christiane Torloni viveu personagens polêmicos e que acabaram sendo assassinados nas novelas Corpo Santo, da Manchete, e Torre de Babel, da TV Globo

Christiane Torloni é uma das artistas consagradas da TV Globo e tem uma carreira admirável. Atualmente na reprise de Fina Estampa, que tem conquistado números astronômicos de audiência mesmo nove anos após sua exibição original, a artista já teve alguns problemas em trabalhos no passado, como na novela Corpo Santos (1987), da Rede Manchete, e em Torre de Babel (1998), da Globo.

Corpo Santo foi uma novela produzida na extinta Manchete e retratava um tema muito pesado para a época, já que falava sobre castidade, pornografia e paranormalidade. Christiane Torloni vivia a protagonista, Simone, que acabou sendo assassinada pelo personagem de José Louzeiro antes do fim da novela.

+ Avó de Michelle Bolsonaro, abandonada no esgoto pela própria neta, morre aos 81 anos com doenças arrasadoras

+ Audiência 11/8: Êta Mundo Bom! esmurra a concorrência, Triturando luta pela vida e Hoje Em Dia é socado pelo SBT

Na época, foi um verdadeiro bafafá essa história, já que acreditaram que a atriz havia pedido para deixar a novela, que era dirigida por José Wilker (sob o pseudônimo de João Matos). A famosa negou estas informações, mas em 1989, em entrevista ao jornal O Dia, confessou que não poderia continuar na trama devido a precariedade das condições de trabalho na Manchete.

CONFESSOU INSATISFAÇÃO

“Eu saí de Corpo Santo porque a novela estava ficando boba, sem alma. E eu não conseguia perceber como o autor ia resolver aquilo. Ator não tem que fazer qualquer papel, não“. disparou Chrtistiane Torloni à publicação, na época em que estava escalada para estrelar Kananga do Japão.

CASAL LÉSBICO SOFREU REJEIÇÃO

A atriz também acabou se tornando vítima de uma morte por causa de um outro assunto polêmico, na novela Torre de Babel, em 1998. A trama da TV Globo retratava um casal lésbico vivido por Christiane Torloni e Silvia Pfeifer, mas o preconceito na época acabou fazendo com que o público rejeitasse esse núcleo da novela.

+ Rebeca Abravanel, tida como sucessora natural de Silvio Santos, leva rasteira e vê tudo ir por água abaixo no SBT

As duas artistas acabaram tendo que ser retiradas de Torre de Babel, já que o assunto acabou afetando a audiência por causa dos mais conservadores, e as suas personagens acabaram morrendo em um atentado em um shopping. “Ela foi, sim, muito marcante pra mim. A Rafaela era linda. Ela e a personagem da Silvia Pfeifer formavam o casal mais tranquilo da trama”, disse Christiane Torloni ao Ego, em 2016.

Christiane Torloni nas cenas de suas mortes em Corpo Santo e Torre de Babel (Foto: Reprodução/Rede Manchete/TV Globo)
Christiane Torloni nas cenas de suas mortes em Corpo Santo e Torre de Babel (Foto: Reprodução/Rede Manchete/TV Globo)

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Paulo Vito

Paulo Vito é um jornalista que trabalha com celebridades desde 2017 e admira tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades!