Cleo Pires

Cleo Pires

Cleo detona ódio, confirma traumas e revela o que aconteceu: “Magoava”; Entenda

Cleo Pires (Foto: Reprodução)
Cleo Pires (Foto: Reprodução)

Artista fala sobre traumas em livro

Considerada uma das maiores artistas, Cleo conquistou o público em frente às câmeras. No entanto, agora, ela se jogou em uma nova aventura: escrever seu próprio livro.

A famosa lançou a obra “Todo mundo que amei já me fez chorar”, em parceria com a escritora Tatiana Maciel.

Em suma, o livro trata de relacionamentos abusivos, como por exemplo, namoros, relação com a família ou até mesmo com chefes.

No capítulo “as pessoas na sala de jantar”, Cleo escancara a má relação da família da personagem Maria Clara.

A princípio, a mulher confessa que gostaria de ser a melhor mãe do mundo para sua filha, uma vez que entende os traumas que a infância pode trazer.

Veja também

Na sequência, a personagem descrita por Cleo confessa que viu os pais sofrerem durante muitos anos.

“Quando passei a compreendê-los os meus pais, o que eles viviam, o que eles sofriam, comecei a querer deixar tudo para trás”, relata a artista em seu livro.

Desse modo, a personagem de Cleo admite que sempre deixou seus traumas guardados para si, mas que estava pronta para falar sobre a pior noite de todas.

Tudo aconteceu em uma noite no jantar, em que percebeu que sua irmã mais nova, Anitta, ficava tensa ao lado dos familiares.

“Eu não sabia que existia isso de ambiente tóxico. Queria explicar que eu achava que o mundo era pra ser daquele jeito mesmo”, diz uma das frases do livro de Cleo.

Na sequência, a artista expôs o que sua personagem viveu na mesa do jantar: “Não demorou muito e logo começaram os comentários sarcásticos daqui e dali, umas alfinetas, uns jogos de poder o de sempre”. 

TRAUMAS EXPOSTOS

Por conta das alfinetadas da família, a personagem da artista adquiriu traumas em seus relacionamentos e percebeu que o ambiente não era dos melhores.

“Toda bobagem saía sabendo o lugar certo de machucar o outro, cada trauma, cada vulnerabilidade, e só quem era o verdadeira alvo sentia a fisgada lá no fundo”, diz o trecho sobre os pais, que continua:

“Era como se fosse uma linguagem codificada entre quem queria magoar e quem se magoava, ininteligível para os outros”, escreveu Cleo sobre sua personagem.

Para finalizar, a artista conta que a personagem sempre recebeu deboche dos demais e que foi desistindo de ser linda e escondida seus livros.

ARTISTA EXPÕE QUE HISTÓRIA NÃO É SOBRE SUA MÃE

Vale dizer que, no livro, Cleo não fez uma autobiográfica de suas histórias. Porém, ela utilizou de algumas experiências pessoais e de pessoas próximas a ela para criar os personagens.

Durante uma entrevista à “Quem”, a artista confessou que a figura materna dos contos não é associada a de sua mãe, Gloria Pires.

“O livro é um compilado fictício de histórias nossas e de pessoas próxima a nós”, disse Cleo.

VÍDEO YOUTUBE: Show de ESTRELISMO de famosos antipáticos EXPLODEM: "Maltratam os fãs e a imprensa"

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários