Celebridades Cleo Pires

Cleo perde o controle da balança, surge irreconhecível e revela doença: “Momentos horríveis”

Cleo Pires lamentou o fato das mulheres serem rotuladas (Foto: Reprodução/Instagram)
Cleo Pires (Foto: Reprodução/Instagram)

Após muitas críticas, Cleo abriu o jogo sobre seu quadro depressivo e revelou que os comentários negativos a afetaram e agravaram seu distúrbio alimentar.

Cleo é filha de duas grandes estrelas do Brasil, a atriz Gloria Pires e do cantor Fábio Jr. Crescendo na mídia, ela foi exposta a todo tipo de comentários e viu seu nome envolvido em polêmicas. Abusando da sensualidade, a atriz viu suas redes sociais serem bombardeadas com críticas e comentários pejorativos. Agora, Cleo revela que isso a afetou e contribuiu para sua depressão.

+ A Fazenda: Record define elenco e assusta a Globo ao anunciar nomes gigantescos

+ Susana Vieira volta para a TV em Éramos Seis e faz grave revelação sobre sua luta contra o câncer: “Não tem cura”

+ Anitta, sem vergonha nenhuma, dá detalhes do “dote” de Kevinho: “É grandão, viu”

Em entrevista ao Conversa com Bial, Cleo explicou que a depressão é algo muito sério e que, infelizmente, as pessoas não encaram com a seriedade necessária. “É muito séria a coisa da depressão, porque não é assim: um dia de tristeza ou ‘hoje eu quero ficar na cama’, não é isso, é uma doença mesmo. Só que você não vê, então as pessoas tendem a não levar a sério ou achar que é drama, que é preguiça. E não é. Se você não tratar, isso resulta em coisas muito sérias. Acho que as pessoas têm que estar atentas para as outras”.

No olho do furacão, a atriz viu seu nome em todas as manchetes, especialmente pela mudança em sua silhueta, atacada por críticos nas redes sociais. “No meu caso, sim, piora. Momentos horríveis, mas eu tenho apoio, eu tenho algumas pessoas que eu sei que são meus fechamentos e eu me trato”, disse, enfatizando também que ter um apoio foi algo que a ajudou. “Quanto eu tive quadro de depressão séria, crises, eu me tratei, eu tomei remédio”, acrescentou.

Acompanhada da irmã, Antônia Morais, Cleo relembrou que as duas já enfrentaram sérios distúrbios. “A gente passou por coisas muito parecidas, você se vê de um jeito que depois de um tempo você olha e diz: ‘Gente, mas eu era magra. Por que eu me via de um jeito que não era?’. É um distúrbio da forma que você se vê, distúrbio alimentar, onde você toma coisas que tiram totalmente sua fome e, de repente, você passa por alguma coisa emocional que você fica desequilibrado e você come o até pé da mesa, não tem fim. Você come até passar mal”.

Já Antônia sofreu com o consumo de remédios para conter o apetite: “Ou você toma remédio e não come, que era o meu caso”, disse.

A atriz disse também que lidar com esse distúrbio e equilibrar com a vida público afetou seriamente sua saúde e a forma que ela se via. “Você acorda pensando no que vai comer, você dorme pensando no que você comeu e que você vai acordar amanhã pensando no que você vai comer e que desespero vai ser se você acordar com muita vontade de comer. E aí tem a foto, tem o vídeo, o evento, tem a roupa”.

A pressão estética não é algo que afeta só Cleo: “Isso não é nem um mérito só nosso, qualquer mulher, mesmo as mulheres que estão dentro de um padrão que é aceito, passam por esse tipo de pressão estética fortíssima”, disse a atriz.

Cleo Pires e Antônia Morais
Cleo Pires e Antônia Morais – Reprodução/Globoplay

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO

site statistics