Colunas Exclusivo Outro Lado do Paraíso

Com fotografia impressionante e história clássica “O Outro Lado do Paraíso” estreia com “cheirinho de sucesso”

"O Outro Lado do Paraíso"estreia com enredo rápido (Foto montagem: TV Foco)
“O Outro Lado do Paraíso”estreia com enredo rápido (Foto montagem: TV Foco)

Estreou na noite desta segunda-feira (23) a nova novela das nove “O Outro Lado do Paraíso”. Escrita por Walcyr Carrasco, a trama entrou no ar com o desafio de substituir “A Força do Querer”, um dos maiores sucessos dos últimos 5 anos na Globo.

As primeiras cenas do Jalapão no Tocantins chamaram a atenção do telespectador logo no início de “O Outro Lado do Paraíso”. A fotografia da trama foi extremamente elogiada pelos telespectadores e mostrou toda a beleza da região. É possível afirmar, inclusive, que “O Outro Lado do Paraíso” possui uma filmagem impressionante, digna de filme!

+ Apresentador revela sonhos eróticos com Ana Maria Braga e dispara: “Não peguei porque não quis”

Outra preocupação bastante latente do autor foi desenrolar a trama no primeiro capítulo de forma ágil e sem enrolação. O pai de Clara (Bianca Bin) e filho de Josafá (Lima Duarte), morre logo nos primeiros minutos da folhetim, após tentar achar esmeraldas em uma Mina. Como se não bastasse o primeiro capítulo demonstrou uma velocidade impressionante. Em poucas consequências, o casal formado pelo desequilibrado e ciumento Gael (Sérgio Guizé) e Clara (Bianca Bin) havia se formado.

É importante ressaltar a preocupação de refletir logo nas primeiras cenas de “O Outro Lado do Paraíso” os nomes de peso que fazem parte do folhetim: Lima Duarte como Josafá e Fernanda Montenegro como Mercedes. Destaque ainda para a trilha sonora da trama.

O primeiro capítulo de “O Outro do Lado do Paraíso” trouxe todas as ingredientes de uma novela de sucesso: dois homens disputando o coração da amada, a maldade de um pai (Juca de Oliveira) em querer destruir o casamento do filho Henrique (Emílio de Melo), que envolvido na ambição, pouco liga para a mulher Elizabeth (Gloria Pires), que em breve será colocada em uma armadilha e trairá o parceiro.

Além, é claro, do time de vilões: Sophia (Marieta Severo) e Livia (Grazi Massafera), mãe e filha, que prometem ser a grande promessa dos últimos anos no que se diz respeito as maldosas das novelas de plantão. “O Outro Lado do Paraíso” tem cheirinho de sucesso, resta aguardar os próximos capítulos.

Por Aaron Tura / Texto opinativo que não reflete necessariamente o posicionamento do TV Foco. 

NOVELA TERÁ CASO AVASSALADOR ENTRE GAYS

Nova novela das nove da Globo, O Outro Lado do Paraíso tratará de temas delicados, entre eles, um homossexual negro interpretado por Rafael Zulu que se envolve com um gay homofóbico e racista vivido por Eriberto Leão.

No folhetim de Walcyr Carrasco, Zulu será Cido. Descrito na sinopse como “atraente e discreto”, ele é motorista de Sophia (Marieta Severo) há muitos anos. O personagem é casado com Irene (Luciana Fernandes), empregada na casa de Clara (Bianca Bin).

O motorista, no entanto, terá um caso com Samuel (Eriberto Leão), um homofóbico que vive em conflito por sua condição. Psiquiatra, ele é filho de Adinéia (Ana Lúcia Torre) e se envolverá com a enfermeira Suzy (Ellen Rocche) na tentativa de esconder sua homossexualidade.

+ Resumo dos próximos capítulos de “Outro Lado do Paraíso”

“O Cido é casado com uma mulher e tem uma história bem bacana, mas o personagem do Eriberto Leão começa a gostar do Cido e eles tem um caso avassalador em dado momento da trama”, revelou Zulu em entrevista ao TV Foco durante o lançamento da novela, onde também falou sobre Samuel, vivido por Eriberto: “ele é homofóbico, racista e machista”.

 Zulu ainda conta que seu personagem não é bem resolvido sexualmente, apesar de já ser casado com uma mulher: “De fato não tem nada escrito, mas ele não está muito bem resolvido. Ele [Cido] é um cara feliz no casamento com a mulher, mas tem um caso com o personagem do Eriberto”.

Sobre a preparação para a trama, que se passará no Tocantins, o ator diz que estudou prosódia, além dos workshops, mas que não teve muita exigência. “Estudei a prosódia, que é a questão do sotaque, mas a gente tá bem livre em relação a isso”

“Substituir uma novela de sucesso, apesar de ser uma responsabilidade grande, é muito legal também. O objetivo, e, acima de tudo, o dever da gente, é manter essa audiência lá em cima, e assim manteremos junto com o Walcyr [Carrasco] e o Maurinho [Mauro Mendonça Filho, diretor artístico].

O Outro Lado do Paraíso estreia nesta segunda-feira (23), mas o personagem de Zulu entrará somente no capítulo 32, previsto para ir ao ar em 28 de novembro.

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

Sobre o autor

Aaron Tura

Aaron Tura é um jornalista, paulista que ama o mundo da televisão e seus afins. Ligado nas novidades da telinha, fundou o TV FOCO em 2006 com o propósito de trocar opiniões e informações!

ANÚNCIO

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIO