Mais destaques

Com trabalhos elogiados, Moacyr Franco reforça rótulo de “artista injustiçado” após demissão do SBT

Moacyr Franco deixou o SBT após 20 anos. (Foto: Divulgação)
Moacyr Franco deixou o SBT após 20 anos. (Foto: Divulgação)

Enfrentando uma crise financeira, o SBT vem surpreendendo muita gente ao promover uma onda de demissões, que inclui funcionários experientes ou com prestígio na casa. Depois de nomes como Jean Paulo Campos, o Cirilo, e Carlinhos Aguiar, a emissora de Silvio Santos resolveu dispensar Moacyr Franco, que estava na emissora há 20 anos. Conforme já informamos, Carlos Alberto de Nóbegra, que trabalhava com Moacyr na Praça é Nossa, lamentou a saída do colega e afirmou que ele é “um dos artistas mais injustiçados do Brasil”.

“Quando soube que ele seria cortado, foi um choque. Eu disse à direção da casa que não conseguiria dar a notícia, porque iria começar a chorar na hora. Ele é um dos artistas mais injustiçados no nosso País. Ele é um gênio, tem uma versatilidade como poucos. Mas a empresa não é minha, e a decisão também não foi minha. Estou muito triste. Ainda não tive coragem de falar com ele”, declarou o apresentador ao jornal Estadão.

+ Márcia Goldschmidt afirma que está voltando e pode apresentar programa no SBT

Em entrevista ao programa A Tarde é Sua, comandado por Sonia Abrão, em janeiro deste ano, Carlos Alberto já havia elogiado o trabalho de Moacyr e lamentado o pouco prestígio que ele recebe: “Eu sempre digo que o artista brasileiro mais injustiçado é o Moacyr Franco. Porque no dia que ele morrer, ele vai ser dono de rua, o mundo está mais triste, o céu vai estar mais alegre. Ele é um gênio. É um poeta. É engraçado. É tudo e tem um caráter maravilhoso”.

A saída de Moacyr do SBT pode realmente reforçar o seu rótulo de “artista injustiçado”. Mesmo recebendo poucas oportunidades na televisão, ele sempre foi exaltado por seus trabalhos. No cinema, fez apenas quatro filmes. Em O Palhaço (2011), longa de Selton Mello, o veterano apareceu em uma única cena, mas que foi suficiente para que ganhasse prêmios por sua atuação, uma situação rara no cinema nacional. Recentemente, Moacyr também fez uma participação especial em Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola, filme de Danilo Gentili, e foi elogiado pela crítica.

Aos 81 anos, Moacyr é considerado um artista versátil. Além de ator, ele também atua como compositor, cantor, autor e apresentador. Resta saber se a partir de agora, nessa nova fase fora do SBT, o veterano terá mais oportunidades na televisão e no cinema ou se acabará caindo de vez no esquecimento.

Moacyr Franco em cena do filme O Palhaço. (Foto: Divulgação)
Moacyr Franco em cena do filme O Palhaço. (Foto: Divulgação)

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.